Câmara de Caxias aprova projeto de lei para criar consórcio do Caminhos de Caravaggio - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Turismo14/03/2019 | 15h12Atualizada em 14/03/2019 | 15h20

Câmara de Caxias aprova projeto de lei para criar consórcio do Caminhos de Caravaggio

Legislativos de outros quatro municípios já tinham autorizado a medida

Câmara de Caxias aprova projeto de lei para criar consórcio do Caminhos de Caravaggio Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Roteiro de 200 quilômetros passará por Caxias, Farroupilha, Nova Petrópolis, Gramado e Canela Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A Câmara de Vereadores de Caxias do Sul aprovou nesta quinta-feira (14) o projeto de lei para criar o consórcio para gerenciar ações do roteiro turístico Caminhos de Caravaggio. A autorização do Legislativo é necessária para que o município faça parte do consórcio, que terá ainda a participação Farroupilha, Nova Petrópolis, Gramado e Canela. São as cinco cidades por onde o trajeto passa. 

A criação do consórcio já tinha sido aprovada nas demais cidades. Com a autorização de Caxias, os municípios vão oficializar a parceria. Essa medida possibilitará, por exemplo, que sejam captados recursos federais para investimentos no roteiro turístico. A previsão é lançar o Caminhos de Caravaggio entre o final de abril e início de maio. Inicialmente, será utilizada sinalização provisória. Com o consórcio criado, a ideia é buscar verbas para instalar a sinalização permanente. 

Leia mais
Após caminhada técnica, equipe avaliadora vai sugerir ampliação do tempo previsto para o percurso
Prefeituras da Serra assinam protocolo para formalizar o roteiro Caminhos de Caravaggio
Nova rota pretende interligar os santuários de Caravaggio em Canela e Farroupilha 

O Caminhos de Caravaggio abrange um trajeto de 200 quilômetros, ligando os santuários em homenagem à santa que ficam em Farroupilha e em Canela. A sugestão é que os turistas façam a pé ou de bicicleta.

Leia também
Prefeito de Caxias do Sul anuncia projeto de distribuição gratuita de uniforme e material escolar
Com nova loja da Havan em Gramado ou Canela, 200 vagas podem ser criadas
Sem docentes na escola, professora de Caxias do Sul trabalha de graça

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros