Vídeo ensinará ao público coreografia do desfile da Festa da Uva - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Flash Mob05/01/2019 | 16h34Atualizada em 05/01/2019 | 16h37

Vídeo ensinará ao público coreografia do desfile da Festa da Uva

Ideia é que expectadores interajam mais na apresentação

Vídeo ensinará ao público coreografia do desfile da Festa da Uva Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Os desfiles cênicos da Festa da Uva terão uma novidade para reforçar a interação entre a comunidade e os cerca de mil participantes. A ideia é que ao final de cada refrão, o público possa reproduzir uma coreografia que será ensinada previamente pela direção do espetáculo. Um vídeo que circulará nas redes sociais da Festa da Uva mostrará ao público os passos da coreografia. A gravação deste vídeo ocorre nos Pavilhões, no final de janeiro. O público terá acesso ao material em fevereiro, dias antes do evento. 

— Queremos divulgar para todos da comunidade a coreografia padrão que vai ter no último refrão da trilha. A comunidade poderá executar esta coreografia também. A ideia é transformar a cena em um grande flash mob — descreve o diretor artístico do desfile, Matheus Brusa.

Flash mobs são aglomerações que reproduzem o mesmo movimento, previamente combinado. O vídeo que mostrará ao público como será a dança terá cerca de 30 segundos e tem como missão também despertar a curiosidade para as apresentações que ocorrerão em dois endereços: na Rua Sinimbu e na alameda central dos Pavilhões da Festa da Uva. A Festa da Uva ocorre de  22 de fevereiro até 10 de março.

— É uma novidade, algo mais elaborado, que pode dar uma proporção estética interessante. A coreografia será simples e pode ser executada por qualquer pessoa. Queremos instigar as pessoas a se envolver mais no desfile, fazer com que o público não seja um mero expectador — afirma Brusa.

 A apresentação que o público verá é a mesma nos dois cenários - tanto no Centro, quanto nos Pavilhões. O que muda, efetivamente, é a quantidade de pessoas que irão desfilar em cada um dos espetáculos. Enquanto mil devem participar do desfile da Sinimbu, pouco mais da metade integrará a apresentação dos Pavilhões, já que o espaço é reduzido. Na última edição da Festa da Uva, em 2016, 1,4 mil desfilaram na Rua Plácido de Castro. 

Se na Sinimbu a estimativa é de uma hora e meia de espetáculo, nos Pavilhões deve durar cerca de uma hora. Um espetáculo mais coreografado, cênico e artístico é o que a equipe pretende entregar ao espectador, indiferente do endereço.

Inscrições para desfile estão abertas

As inscrições para os ensaios de figuração, para os interessados em participar do desfile, encerram dia 13 de janeiro. Cada voluntário ganha dois ingressos por desfile que participa e um certificado de participação, além de lanche antes da apresentação. Qualquer pessoa pode se inscrever. Estará disponível a opção de escolher desfilar em cinco apresentações ou oito. 

É possível inscrever-se pelo site da Festa da Uva. Na aba "contato", basta clicar em "selecionar o assunto" e clicar em "quero participar do desfile".

Leia também:
Família de Farroupilha cai em golpe de aluguel falso em Torres e tem prejuízo de R$ 600




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros