Samae implanta nova rede de esgoto no bairro Exposição, em Caxias, nos próximos seis meses - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Em 19 ruas14/01/2019 | 14h41Atualizada em 14/01/2019 | 14h46

Samae implanta nova rede de esgoto no bairro Exposição, em Caxias, nos próximos seis meses

Ao todo, serão construídos 3,8 quilômetros de tubulação que vão permitir separar a água da chuva dos dejetos residenciais

Samae implanta nova rede de esgoto no bairro Exposição, em Caxias, nos próximos seis meses Marco Zeminhani/Samae/Divulgação
Obras começaram na última semana na Rua Sarmento Leite Foto: Marco Zeminhani/Samae / Divulgação

 Até julho, 19 ruas do bairro Exposição, em Caxias do Sul, estarão em obras para implantação de uma nova rede de esgoto sanitário. Os trabalhos começaram na última semana na Rua Sarmento Leite, próximo ao cruzamento com a Rua Vereador Mário Pezzi, e estão orçados em R$ 1,2 milhão.

Leia mais
Acordo entre prefeitura e MP devolverá R$ 15 milhões para 117 mil usuários do Samae

De acordo com o diretor da Divisão de Planejamento Integrado do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Gerson Panarotto, a nova tubulação será implantada junto da atual, o que vai permitir adotar o modelo de separador absoluto. Isso significa que a água da chuva escoará pela tubulação já existente, enquanto o esgoto seguirá pelo novo encanamento. Atualmente, a rede nesses pontos é do modelo misto, em que a água da chuva e o esgoto residencial utilizam os mesmos dutos.

Conforme Panarotto, a separação da coleta permite aumentar a vida útil da tubulação de coleta de água da chuva, já que o esgoto danifica os canos. Além disso, no modelo misto é preciso descartar parte dos dejetos sem tratamento em dias muito chuvosos, já que as estações que recebem o esgoto não possuem limite de vazão.

— Se não tem água da chuva, o tratamento é mais eficiente — explica.

Atualmente, Caxias do Sul tem cerca de 500 quilômetros de rede com separador absoluto, aproximadamente 30% do total necessário, estimado em 2 mil quilômetros. A coleta via rede mista já é realizada em 90% da cidade, mas pouco menos de 60% do esgoto é tratado. Segundo Panarotto, o Samae prioriza a implantação de sistemas com separação em áreas já interligadas às estações de tratamento.

Para o futuro, a autarquia planeja a construção do sistema Interlagos, que ficará no Jardim das Hortênsias e vai permitir a ampliação do tratamento de esgoto de 6% a 7%. Além disso, nas próximas semanas deve começar a implantação de redes coletoras no loteamento Reolon, que será interligado ao sistema Tega.

Ruas que receberão a nova rede no Exposição

Rua Dom José Baréa
Rua Tronca
Rua Sarmento Leite
Av. Independência
Rua Vitor Meireles
Rua Clóvis Bevilacqua
Rua Silveira Martins
Rua Vereador Mário Pezzi
Rua José Heller
Rua João Batista Bampi
Rua Treze de Maio
Rua Alfredo Sehbe
Rua Marechal Deodoro Fonseca
Rua Ernesto Giacomet
Rua Carlos Giesen
Rua Andrade Neves
Rua Gal. Canabarro
Rua Antônio José Barbosa
Rua Pedro Pinto Guerreiro

Leia também
Jovem de Farroupilha que morreu afogado pescava com a família
Prepare-se: segunda metade janeiro será ainda mais chuvosa na Serra   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros