Um ano após temporal, cobertura do presépio de Ana Rech em Caxias ainda não foi reconstruída - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Natal 201812/12/2018 | 13h37Atualizada em 12/12/2018 | 13h38

Um ano após temporal, cobertura do presépio de Ana Rech em Caxias ainda não foi reconstruída

Presidente de associação do bairro pretende reunir verba no próximo ano

Um ano após temporal, cobertura do presépio de Ana Rech em Caxias ainda não foi reconstruída Babiana Mugnol/Agência RBS
Sem abrigo, presépio de metal está temporariamente exposto na praça Pedavena, em Ana Rech Foto: Babiana Mugnol / Agência RBS

Mais de um ano depois do temporal que destruiu a cobertura do presépio permanente de Ana Rech, em Caxias do Sul, e danificou peças de metal do monumento, em outubro de 2017, a estrutura que abrigava as estátuas ainda não foi reconstruída. O presépio está exposto sem cobertura no centro da praça Pedavena, e não no ponto tradicional, acima da praça, onde costumava ficar em um quiosque de madeira.

O presidente da Sociedade Amigos de Ana Rech (Samar), Alberto Sales, avalia que o valor para reconstrução do quiosque é alto, estimado em R$ 20 mil, e ainda não foi possível reunir o dinheiro. Sales comenta que foi solicitada verba para a prefeitura, que não foi disponibilizada. Segundo a Subprefeitura de Ana Rech, foi por falta de recurso na Secretaria da Cultura para restauração do presépio.

Leia mais
Presépios de Ana Rech ilustram a contracapa da edição conjunta de Natal
Ana Rech, em Caxias, se despede de criador do Presépio de Rolhas
Presépio de Ana Rech, em Caxias do Sul, não será reconstruído neste ano 

Sem poder contar com recurso público, as peças de metal danificadas foram recuperadas por um morador do bairro, e o trabalho foi pago por uma família de Ana Rech. O temporal causou danos às imagens de José e Maria, além de dois reis magos e do anjo da cena.

As peças, que estavam abrigadas na sede da Samar, foram colocadas na frente da praça Pedavena para o período de Natal e serão recolhidas novamente à sede da sociedade na primeira semana de janeiro. Segundo Sales, elas só serão recolocadas na praça de forma permanente quando o quiosque for construído, para que não fiquem expostas constantemente a intempéries.

Conforme o subprefeito de Ana Rech, João Luis Ribeiro da Silva, foi solicitada verba à Secretaria da Cultura de Caxias do Sul para um artista fazer o restauro das imagens de metal, mas não havia dinheiro neste ano. A ideia apresentada por ele é primeiro restaurar as peças de forma definitiva com o trabalho de um artista para só então reconstruir o quiosque.

— Vamos voltar a buscar essa verba em 2019. As peças até foram desamassadas, mas é necessário um trabalho definitivo. O quiosque é menos complicado. Ele pode ser feito por meio de parcerias entre a Secretaria de Obras do município e madeireiras — diz.

Já Sales afirma que vai continuar tentando recursos de diversas maneiras a partir do ano que vem para a construção do quiosque com iluminação, como costumava ser decorado. Uma das possibilidades é via Lei de Incentivo à Cultura. Conforme ele, a partir do momento em que a estrutura de madeira for construída, as imagens do presépio serão colocadas novamente no ponto, como era antes do temporal, desde a inauguração do monumento na década de 1990. 

— Vamos recolocar novamente o presépio quando o quiosque estiver pronto. Mas vou tentar conversar com artistas de Caxias ainda para ver se podem fazer o trabalho de restauro definitivo — afirma.

Após o temporal de 2017, a Secretaria de Obras ergueu um toldo de madeira provisório onde ficava o presépio, que passou a ser utilizado para shows na praça. A ideia é que ele permaneça onde está, e o novo quiosque seja posicionado na parte de baixo da praça, junto às bandeiras.

Ana Rech é conhecida pelos presépios de diferentes materiais feitos pela comunidade e expostos por moradores no período de natal. Junto à sede da Samar, na rua Padre Jerónimo Rossi, 21 trabalhos retratando a cena do nascimento de Jesus feitos por entidades ficam expostos para os visitantes, na chamada Aldeia dos Presépios.

Apresentações artísticas

Também durante o mês de dezembro, a comunidade promove o Encantos de Natal, com apresentações de grupos musicais e teatro na praça Pedavena e Aldeia dos Presépios. Nos próximos dois fins de semana, ocorre feira de artesanato e gastronomia; a partir das 19h, nas sextas-feiras, e a partir das 16h, aos sábados e domingos. No dia 14, às 20h, a praça receberá apresentação da Orquestra e Coro Municipal de Caxias do Sul. Já no dia 15, a partir das 19h, está prevista uma encenação de Natal promovida pela Igreja Batista. 

Confira a programação completa:

14/12 - Praça Pedavena
20h - Orquestra e Coro Municipal

15/12 - Praça Pedavena
18h - Legião Acústica
19h - Encenação de Natal - Igreja Batista
21h - Apresentação - Kids Vida Nova - Igreja Missão Vida Nova

15/12 - Aldeia dos Presépios
19h - Banda Marcial José Venzon Éberle
20h - Murilo Perin Machado/Gaiteiro
21h - Cantoria de Natal - Violeiros da Serra Gaúcha

16/12 - Praça Pedavena
18h - Volmir Viola e Luis Verissimo
19h - Banda Fullgás

16/12 - Igreja Matriz Nossa Senhora do Caravagio
20h - Coral Típico Italiano de Ana Rech

16/12 - Aldeia dos Presépios
21h - Cantoria de Natal - Violeiros da Serra Gaúcha

18/12 - Praça Pedavena
21h - Garotos do Instrumental

19/12 - Em frente à Igreja Matriz Nossa Senhora do Caravagio
19h - Natal CDL Caxias do Sul 2018

21/12 - Praça Pedavena
19h - Banda Marcial - Escola Emílio Meyer
21h - O Espetáculo de Natal  - Igreja Missão Vida Nova

22/12 - Praça Pedavena
19h - Tocando e Encantando - Sentinela do Sul
20h - Moisés Eduardo
21h - Banda Garotos do Instrumental

23/12 - Praça Pedavena
16h - Gurizada Gaiteira
17h - Banda Irmandade
18h30 - Tião do Mato e Zé da Mata
19h30 - Show acústico com Edna Bertin

Leia também
Dependente químico pediu um presente de Natal em 2017 e ganhou uma nova chance de viver
Novo projeto de ocupação do Parque do Palácio, em Canela, descarta centro de convenções



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros