Mutirão renova pátio de serviço de convivência em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Solidariedade12/12/2018 | 19h48Atualizada em 12/12/2018 | 19h48

Mutirão renova pátio de serviço de convivência em Caxias do Sul

Estudantes da FSG e voluntários reformaram espaço de lazer de entidade em Caxias

Mutirão renova pátio de serviço de convivência em Caxias do Sul Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Uma atividade solidária deu cara nova ao pátio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Laços da Amizade, no bairro Pioneiro, em Caxias do Sul. No final de semana, um mutirão formado por alunos do curso de  Arquitetura do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG) e voluntários promoveu a reforma no espaço de lazer das crianças. A iniciativa faz parte da 1ª Jornada de Arquitetura Social, que se encerra hoje com palestra e oficinas gratuitas na  sede da instituição. 

A ideia de reformar o pátio da entidade surgiu da arquiteta e professora Taísa Festugato, que resolveu incentivar os alunos a abraçarem um projeto social. 

– Acredito que eles vão se tornar arquitetos melhores com esse tipo de ação. A arquitetura, hoje em dia, é muito vinculada às elites e ela é básica. Qualquer pessoa precisa viver bem, com o mínimo de qualidade – ressalta.

O pátio, localizado na parte de trás da entidade, ganhou grama sintética, goleiras, areia, quadra de vôlei e jogo de amarelinha. Os muros também receberam pintura. Os estudantes e voluntários usaram paletes e pneus para fazer arquibancadas e bancos. Comparando com fotos antigas, o espaço que era somente de cascalho ficou irreconhecível. Questionadas, as crianças foram unânimes em responder o que mais gostaram.

– A quadra! Antes a gente machucava o joelho no cascalho, agora ficou macio – elogiou um menino de oito anos, que frequentava as atividades ontem pela manhã. 

O projeto que foi desenvolvido no pátio passou pela avaliação da coordenação da entidade e da Fundação de Assistência Social (FAS), que mantém o espaço.

– Os alunos foram divididos em grupos, que resultaram em cinco projetos. Foi escolhido aquele que atendia mais a necessidade das crianças. As meninas, principalmente, nos disseram que quando os guris jogavam bola, elas ficavam sem ter o que fazer – explica a arquiteta Taísa, ressaltando que todo material usado na obra foi doado pela comunidade. 

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Laços da Amizade atende a cerca de 50 crianças e jovens de seis a 15 anos. Os usuários participam de oficinas de dança, música, teatro e recebem refeições no turno inverso a aula.

Leia também:
Tempo instável continua no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira 
Aplicativo Uber Eats começa a funcionar em Caxias nesta quinta-feira 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros