Indefinição sobre material a ser utilizado deixa Praça Dante, em Caxias, sem marco zero há quatro meses - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Após furto05/12/2018 | 06h27

Indefinição sobre material a ser utilizado deixa Praça Dante, em Caxias, sem marco zero há quatro meses

Rosa dos ventos foi furtada no dia 6 de agosto a até agora não foi reposta

Indefinição sobre material a ser utilizado deixa Praça Dante, em Caxias, sem marco zero há quatro meses Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Rosa dos ventos foi furtada no início de agosto Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Quatro meses após ser levada por criminosos, a rosa do ventos da Praça Dante Alighieri, em Caxias do Sul, ainda não foi recolocada. O motivo é a indefinição do material a ser utilizado no novo marco zero e em placas de monumentos para que não sejam alvos de ladrões.

De acordo com a diretora da Divisão de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria da Cultura, Heloíse Salvador, logo após o furto, o município chegou a encaminhar a reposição da peça em granito em vez de metal, como a anterior. A medida, no entanto, não ocorreu por questionamentos do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural (Compahc). O grupo questionava não só o granito a ser utilizado na rosa dos ventos, mas também o acrílico que o município propôs para as placas de monumentos.

— Estávamos com tudo pronto para recolocar (o marco zero), mas os conselheiros disseram que não foram consultados. Em reunião há três meses, disseram que queriam estudo — revela Heloíse.

Agora, a Divisão de Patrimônio Histórico aguarda um parecer do Compach indicando qual material deve ser utilizado. Somente depois disso as peças devem ser repostas.

— Temos que respeitar o Conselho, mas tem coisas que não podemos esperar — enfatiza a diretora.

Conforme a presidente do Compach, Maristela Guaresi, o assunto pode entrar na pauta da proxima reunião do Conselho, no próximo dia 12. As discussões, porém, dependem de todo o colegiado, por isso não é possível afirmar se haverá uma definição no encontro.

— Não temos como prometer nada porque é uma plenária, passa por votação e algum conselheiro pode pedir vista — afirma.

Leia também
Amado Batista substitui show de Milionário e Marciano na Festa da Uva
Em seis meses, mais de 7 mil deixam a fila para consultas com especialistas em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros