Em pleno dezembro, Serra registra sensação térmica de 0,5ºC - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Clima08/12/2018 | 11h11Atualizada em 08/12/2018 | 11h32

Em pleno dezembro, Serra registra sensação térmica de 0,5ºC

Em São José dos Ausentes, termômetros marcaram 4,7ºC, mas sensação térmica beirou os 0ºC

Em pleno dezembro, Serra registra sensação térmica de 0,5ºC Arcângelo Adalberto Pazini/Divulgação
Carros amanheceram com geada no sítio Vale das Trutas, em São José dos Ausentes, na Serra Gaúcha Foto: Arcângelo Adalberto Pazini / Divulgação
GaúchaZH
GaúchaZH

O tempo seco e as baixas temperaturas registradas na manhã deste sábado (8) no Rio Grande do Sul surpreenderam os gaúchos. Em São José dos Ausentes, nos Campos de Cima da Serra, os termômetros marcaram 4,7ºC durante a madrugada, com sensação térmica de 0,5ºC, conforme a Somar Meteorologia.

A estação meteorológica da Pousada Vale das Trutas, porém, registrou mínima de 0,7ºC por volta das 6h30min. A propriedade fica próximo ao entroncamento da BR-285 com a ERS-020, perto da divida com Santa Catarina.

Outras cidades que registraram temperaturas abaixo do normal para esta época do ano foram Cambará do Sul (5,5°C, com sensação de 2,6°C), Vacaria (5,5°C, com sensação de 2,8°C), Lagoa Vermelha (7°C, com sensação de 2,4°C), Quaraí (8,5°C, com sensação de 5,7°C) e Passo Fundo (9,5°C, com sensação de 5,7°C). 

De acordo com a Somar Meteorologia, a primeira quinzena de dezembro deve ser mesmo de temperaturas mais baixas, menos umidade e céu mais aberto do que o normal, não só no Rio Grande do Sul, mas também em Santa Catarina, Paraná, sul de São Paulo e sul do Mato Grosso do Sul. O motivo vem da região Norte, onde o período chuvoso começou mais cedo, permitindo que frentes frias e massas de ar frio atuem com mais força no Sul. As principais consequências são noites mais abertas, umidade pouco intensa e temperaturas caindo fortemente durante a noite.

Essas características devem perdurar sobre o Estado pelo menos até metade de dezembro, quando a situação deve ficar mais próxima do que os gaúchos estão acostumados neste período do ano: calor intenso, tempo úmido, pancadas de chuva e sensação de abafamento. A situação atípica do início do mês deve perder força na próxima semana, quando há chance de temperaturas mais altas e chuva em todo o Rio Grande do Sul.

Leia também
Ativismo pelo fim da violência contra as mulheres só ganhou força nos anos 1980 em Caxias
Cidades da Serra e das Hortênsias têm programação natalina intensa neste final de semana

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros