Cerca de 10 mil pessoas devem receber bênção dos Capuchinhos na praça Dante, em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Religiosidade12/12/2018 | 10h49Atualizada em 12/12/2018 | 10h49

Cerca de 10 mil pessoas devem receber bênção dos Capuchinhos na praça Dante, em Caxias

Programação ocorre mesmo em caso de mau tempo

Cerca de 10 mil pessoas devem receber bênção dos Capuchinhos na praça Dante, em Caxias Lucas Amorelli/Agencia RBS
A programação começou às 9h e seguirá até 18h Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

 A tradicional bênção dos Freis Capuchinhos, em Caxias do Sul, chega a 15ª edição na Praça Dante Alighieri nesta quarta-feira com expectativa de receber 10 mil participantes. Filas de pessoas que buscam palavras de conforto - e a proteção dos religiosos da ordem franciscana -  preenchem a praça ao longo de todo o dia. A programação começou às 9h e seguirá até 18h.


Leia mais:
Freis Capuchinhos darão bênção de fim de ano na Praça Dante, em Caxias

 Durante o dia, o público encontrará oito capuchinhos em tendas espalhadas pela praça. Eles atendem sem intervalo. A tenda serve também para proteger visitantes e religiosos da previsão de chuva nesta quarta, garantindo atendimento mesmo em caso de mau tempo. Ainda que com bastante movimento, não é preciso aguardar muito na fila. Em poucos minutos, Láisa Boff, 33 anos, recebeu a bênção do frei Jaime Bettega. Ela, a mãe Selene e a irmã Fabiana saíram cedo de Flores da Cunha exclusivamente para ouvir as palavras de conforto de Bettega.— Quando chega o mês de dezembro, nós já olhamos no calendário para garantir a nossa presença. Se tornou uma data bem importante para nossa família — afirma Láisa, que aproveitou para agradecer e pedir proteção para o filho que deve nascer neste fim de semana, Henrique.

Também veio de outra cidade Laura Salvador Bordin, 73 anos. A moradora de Nova Pádua deixou a bênção bastante emocionada e confiante de que o fim de ano será mais leve após as palavras de fé.

— Eu sinto que esta bênção nos dá mais força para aguentar todas as peripécias que a vida nos dá_ resumiu.

A intenção do ato é permitir que as pessoas tenham a oportunidade de renovar-se espiritualmente e preparar-se para as festas de fim de ano com mais esperança.

_ A vida depende de como nós respondemos aos desafios e situações. Então, esta é uma oportunidade de fortalecimento da fé e de preparo para o ano novo com ânimo renovado. Quem chega ali, quer contar um pouco sobre a vida, a família. Lágrimas rolam_ define frei Jaime Bettega. 

 Leia também
Polícia continua buscas a assaltantes que roubaram residência e fizeram reféns em Caxias
Quatro mulheres são vítimas de feminicídio em menos de 48 horas no RS 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros