Amigos e colegas fazem manifestação pela morte de estudante em acidente em Vacaria - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Protesto07/12/2018 | 11h28Atualizada em 07/12/2018 | 11h45

Amigos e colegas fazem manifestação pela morte de estudante em acidente em Vacaria

Colisão ocorreu no dia 25 de novembro e matou avô e neta de 12 anos

Amigos e colegas fazem manifestação pela morte de estudante em acidente em Vacaria Polícia Civil/Divulgação
Foto: Polícia Civil / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Um grupo de amigos e colegas da estudante Maria Eduarda Souza do Rosário, 12 anos, que morreu em um acidente de trânsito no dia 25 de novembro, participou de um protesto na manhã desta sexta-feira em Vacaria. A garota morreu logo após a colisão no Km 102 da BR-285. O avô dela, Pedro Borges do Rosário, 71 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu dois dias depois no hospital

Cerca de 200 pessoas participaram do ato, que incluiu protesto na delegacia de Polícia Civil e também no Ministério Público.

— Com essa manifestação, esperamos que se apure bem de que forma aconteceram todos os fatos — diz a supervisora da Escola Dalva Zanotto de Lemos, Bibiana Fonseca. 

Uma menina morreu em um acidente de trânsito na BR-285, em Vacaria, na tarde deste domingo (25). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma Duster com placas de Vacaria e um caminhão de Caxias do Sul colidiram por volta das 14h no km 102 da rodovia, entre Vacaria e Monte Alegre dos Campos. Segundo o Corpo de Bombeiros do município, a vítima foi identificada como Maria Eduarda Souza do Rosário, 12 anos.
Maria Eduarda estudava na Escola Dalva Zanotto de LemosFoto: Facebook / Reprodução

A colisão envolveu a Renault Duster, onde a família de Maria Eduarda estava, e uma caminhonete F250, com placas de Caxias do Sul. O motorista da F250, Sílvio César Spitzer, pagou fiança de R$ 10 mil e foi liberado no mesmo dia do acidente. Conforme o delegado Carlos Alberto Defaveri, ele deverá responder por duplo homicídio de trânsito. 

Leia também
Motorista envolvido em acidente com morte de criança em Vacaria é liberado após pagar fiança
Menina morre em colisão na BR-285, em Vacaria
"Era muito alegre e dedicada aos estudos", relata diretora sobre menina morta em acidente em Vacaria
"Onde estivesse, a Maria Eduarda fazia o ambiente ficar alegre" comenta tio de menina morta em acidente em Vacaria 

No Renault Duster, também estava Marcia Aparecida Souza do Rosário, 44, e Alceu Borges do Rosário, 46, pais da adolescente. Eles não tiveram ferimentos graves. 

Segundo a Polícia Civil de Vacaria, o condutor da F250 estaria com um grupo de amigos caçando na cidade e se deslocava para uma propriedade de Bom Jesus. Essas pessoas, que estavam em outro veículo, teriam fugido do local após presenciar o acidente. 

— Estamos apurando também dois condutores de caminhonetes que eram do grupo e não prestaram socorro. Um é de Vacaria, possui propriedade na região, ia na frente e voltou para ver o que aconteceu, deparou-se com a tragédia e voltou para a propriedade. Outro, seguia atrás, deu meia volta e voltou para Vacaria, indo embora para Caxias do Sul, onde mora. Vão responder por omissão de socorro — detalha Defaveri.

O inquérito deve ser concluído em 30 dias. 

Leia também
Câncer de pele corresponde a mais de 30% de todos os tumores malignos diagnosticados no País

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros