Pioneiro completa 70 anos comprometido com a comunidade regional e com as suas demandas - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

70 Anos05/11/2018 | 08h41Atualizada em 05/11/2018 | 15h24

Pioneiro completa 70 anos comprometido com a comunidade regional e com as suas demandas

Em sete décadas, jornal esteve presente em todas as celebrações da cidade

Pioneiro completa 70 anos comprometido com a comunidade regional e com as suas demandas Arte / Pioneiro/Pioneiro
Foto: Arte / Pioneiro / Pioneiro

O Pioneiro chega aos 70 anos com a mesma disposição de quando iniciou, em 1948: estar ao lado da comunidade regional. Desse propósito não se afastou ao longo de sua trajetória. Suas páginas são testemunha dessa vocação.

Da trincheira de praticamente 30 anos de jornalismo diário em Caxias do Sul, desde 1989, a partir da Redação do jornal, um jornalista ocupou um posto de observação privilegiado dessa história, por dentro dessa relação de forte vínculo comunitário. É quase a metade do caminho percorrido pelo Pioneiro, um corte histórico significativo. 

Esse vínculo começou uma semana antes de um chinês solitário postar-se à frente de um tanque de guerra na Praça da Paz Celestial, em Pequim, cena que percorreu o mundo, mesmo que não houvesse YouTube naqueles tempos. Faz tempo. Mas antes já havia muita história, com outros protagonistas decisivos e essenciais, os pioneiros do Pioneiro.

Foi um ano inesquecível aquele 1989, que incluiu a queda do Muro de Berlim e a primeira eleição direta para a Presidência após os anos de governos militares. Mas começou neste ano para o jornalista que chegava de mala e cuia em Caxias do Sul a percepção do vínculo entre jornal e comunidade. Pegou, então, carona na trajetória do Pioneiro, uma trajetória que já cumpria quatro décadas.

Por dentro dessa história, o jornalista viu, participou e ainda participa do crescimento do jornal, dos sucessivos projetos gráficos, das reformas estruturais, da informatização da Redação e dos processos, da aquisição pela RBS, das páginas em cores a partir de 1º de maio de 1993, do advento do universo digital, hoje incorporado aos hábitos do cotidiano. Em todas essas etapas, o propósito foi aproximar essa relação com a comunidade, trazendo para junto e para dentro os caxienses e os moradores da Serra.

Leia mais
Os anos de ouro do futebol caxiense
Os incêndios da Câmara de Vereadores e do Cine Ópera
O fim dos aos racionamentos de água em Caxias
Quando Caxias virou Capital da Cultura
A chegada da TV a cores

Mas o jornal também saiu ao encontro da comunidade, desde o início. Pulsa o tempo todo junto com a comunidade. Sempre pulsou. Ajudou a impulsionar conquistas, do esporte à economia, passando por demandas históricas. Lá no início, a idealização do Monumento Nacional do Imigrante, tornada realidade, a construção do Hospital Geral, a finalização da Rota do Sol, um sonho de décadas. E vibrou com elas. Conquistas decisivas.

O jornal esteve presente em todas as celebrações, que se tornam mais evidentes e mais retumbantes em época de Festa da Uva. Esteve presente na neve, mostrou os encantos da região, provocou a solidariedade no frio. Mas também chorou junto nas tragédias, registradas em fotos e histórias fortes. Também celebrou e registrou o trabalho, a colheita da uva, o empreendedorismo, as mudanças da cidade e da região. E esteve presente nas demandas que parecem mais corriqueiras, mas não menos importantes, nas comunidades dos bairros, quando os moradores conquistam um calçamento, um saneamento, uma passarela na BR-116, uma sinaleira para pedestre, quando abre um posto de saúde, uma UPA, quando uma escola passa a oferecer melhores condições para o aprendizado, a partir do acompanhamento e da cobrança feita.

Assim é o Pioneiro. Assim tem sido o Pioneiro. Está ao lado das comunidades das quais faz parte. E procurou integrar a região, promover o debate, fortalecer as demandas para o desenvolvimento regional, interligando 65 municípios por meio do Nordeste Gaúcho, publicação que, por mais de duas décadas, mostrou as boas iniciativas de cada município, multiplicando-as.

O jornalista que testemunha essa história de um posto privilegiado de observação, da Redação do jornal, se emociona, porque sabe que essa história vai prosseguir. E vai longe. A próxima etapa é a integração avançada entre Jornal Pioneiro, Gaúcha Serra e RBS TV Caxias. Sempre em busca de informar mais e melhor, fortalecer e aprimorar a relação com as comunidades, entregar o melhor a elas, estar mais perto e ao lado delas. Como sempre foi desde o início, desde 1948. E vai continuar sendo.

Por mais 70 anos, e outros mais.

Leia mais
UCS: formação acadêmica e transformação cultural
Seu Armando cresceu com a cidade e com o jornal
Marcia elegeu Caxias para construir sua vida
Com o Pioneiro nos altos e baixos
As mudanças de Rodrigo
Nathalia integra a geração digital
As duas décadas de Rubens
Por um futuro mais tolerante

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros