Obras no trevo de acesso a Fazenda Souza, em Caxias do Sul, são novamente paralisadas - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Agora por falta de asfalto08/11/2018 | 14h55

Obras no trevo de acesso a Fazenda Souza, em Caxias do Sul, são novamente paralisadas

Daer afirma que retomada do trabalho está prevista para os próximos dias

Obras no trevo de acesso a Fazenda Souza, em Caxias do Sul, são novamente paralisadas Suelen Mapelli/Agência RBS
Obras começaram em setembro de 2017 Foto: Suelen Mapelli / Agência RBS

 As obras de reformulação do trevo de acesso ao distrito de Fazenda Souza junto à Rota do Sol em Caxias do Sul estão novamente paralisadas. Relatos obtidos pela reportagem apontam que as máquinas não são vistas no ponto há cerca de um mês.

De acordo com o Daer, a interrupção do trabalho ocorreu devido a problemas no fornecimento de asfalto, que deve ser retomado nos próximos dias. O departamento, porém, não especificou uma data para o recomeço das obras.

Esta não é a primeira vez que a reformulação do entroncamento é paralisada. As obras começaram em setembro de 2017 com duração prevista de seis meses, mas pararam ainda no fim daquele ano devido a problemas no projeto. Durante esse período, trabalhos ocorreram por poucos dias e logo pararam novamente. As máquinas só voltaram a trabalhar de vez no ponto no fim de agosto deste ano, até a nova paralisação.

Leia mais
Continuidade das obras no trevo de acesso a Fazenda Souza, em Caxias, aguarda definição de ajustes
Obras no Santa Fé e em Fazenda Souza estão paradas

O entroncamento é um dos pontos de maior gargalo da Rota do Sol, com alto risco de acidentes e congestionamentos nos dias de fluxo mais intenso. O projeto prevê a construção de uma rótula fechada com canteiros direcionais. Isso significa que o ponto vai ganhar uma rotatória central e canteiros para direcionar os fluxos de trânsito. Dessa forma, a faixa da rodovia vai passar por alargamento e os veículos que trafegam entre Ana Rech e Fazenda Souza não precisarão cruzar os dois sentidos da Rota do Sol de uma só vez, como ocorre atualmente com a chamada rótula aberta. Os motoristas que seguem pela Rota do Sol terão passagem livre. Ao todo, a obra deve custar R$ 1,2 milhão.

Atualmente, quem passa pelo trecho encontra pavimento de brita onde antes ficavam as alças de acesso à estrada que liga Ana Rech a Fazenda Souza. Segundo motoristas que utilizam o trecho, isso aumenta o risco de acidentes e causa danos aos veículos.

Leia também
Caxias ainda aguarda acesso ao sistema para cortes de árvores
Por ordem dos Bombeiros, palco principal da Festa da Uva terá capacidade reduzida pela metade

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros