Novo reservatório de água de Gramado precisa de outra obra para ficar pronto - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Serra Gaúcha16/11/2018 | 17h58

Novo reservatório de água de Gramado precisa de outra obra para ficar pronto

Diretor de Operações da Corsan, Eduardo Carvalho, afirma que reforço na distribuição depende de ativação de nova adutor. Previsão de conclusão é no dia 30 de novembro

Novo reservatório de água de Gramado precisa de outra obra para ficar pronto Carlos Borges/Divulgação
Reservatório fica na Rua Bela Vista, na Aldeia do Papai Noel Foto: Carlos Borges / Divulgação

 O reservatório inaugurado em setembro para reforçar o abastecimento de água em Gramado ainda não opera de forma plena, segundo a Companhia Rio Grandense de Saneamento (Corsan). O motivo é a necessidade de conclusão de uma nova adutora que vai levar água até a estrutura. A tubulação já foi construída, mas ainda não foi interligada à rede, o que está previsto para ocorrer a partir da próxima quarta-feira.

Leia mais:
Obra para evitar falta de água em Gramado deve ficar pronta até o final de novembro
Moradores de Gramado reclamam de falta de água há 15 dias

O diretor de operações da Corsan, Eduardo Carvalho, admite que o abastecimento sofre problemas, mas afirma que isso ocorre somente nos picos de consumo. Segundo ele, a adutora existente hoje, que leva água de São Francisco de Paula a Gramado e Canela, não tem conseguido preencher o novo reservatório porque o consumo está muito alto. Isso faz com que a pressão da rede caia e áreas mais altas, principalmente, fiquem desabastecidas. A nova adutora faz o mesmo trajeto e servirá para aumentar a vazão do sistema.

— Não há insuficiência para o consumo médio. O que há, às vezes, é momentos de pico que baixam a pressão. A nova adutora vai permitir aumentar o volume de água justamente para os momentos de pico, com aumento de 25% a 30% da capacidade — explica.

A expectativa é que a nova adutora comece a operar normalmente no dia 30 de novembro. Enquanto isso, caminhões-pipa abastecem reservatórios menores para minimizar o impacto no abastecimento.

Com o reservatório inaugurado em setembro, Gramado a passa a ter dois pontos de armazenamento de água que, juntos, possuem capacidade de 6 mil metros cúbicos. O número, segundo Carvalho, representa metade do consumo médio da cidade. Porém, na alta temporada, como agora, com o Natal Luz, a população da cidade aumenta de forma expressiva, aumentando o consumo.

Leia também:
Veranópolis confirma o retorno de três jogadores para o Gauchão 2019 
3por4: Edição carioca do MDBF já tem data marcada

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros