Nova obra ocorre nesta terça para finalizar implantação de adutora entre Gramado e Canela - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Torneiras secas27/11/2018 | 13h30Atualizada em 27/11/2018 | 13h32

Nova obra ocorre nesta terça para finalizar implantação de adutora entre Gramado e Canela

Trabalho está previsto para ocorrer entre 23h e 3h para diminuir impacto no abastecimento

Nova obra ocorre nesta terça para finalizar implantação de adutora entre Gramado e Canela Lauro Alves/Agencia RBS
Caminhões-pipa reforçam reforçam o abastecimento de Gramado até o acionamento da adutora Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

O acionamento da nova adutora projetada para reforçar em 30% o abastecimento de água em Gramado e Canela depende de uma nova obra, que será realizada nesta terça-feira (27). O trabalho está previsto para começar às 23h, com término por volta das 3h.

Leia mais
Rompimento de adutora atrasa retomada do abastecimento de água em Gramado e Canela

Conforme a Companhia Rio Grandense de Saneamento (Corsan), a intervenção vai ocorrer durante a madrugada para minimizar o impacto à população, já que o fornecimento de água pode ser prejudicado. A obra é para finalização da interligação da nova adutora à rede já existente. Entre outras ações, estão previstos testes e limpeza da estrutura. A previsão é que a tubulação comece a operar nesta semana.

Na última sexta-feira (23), a Corsan montou uma força-tarefa com representantes da companhia, do município e do governo do Estado. O grupo tem a missão de acompanhar de forma ininterrupta a situação do abastecimento na cidade e foi formado após os municípios ficarem pelo menos dois dias sem água em função de problemas nas obras da adutora. A água foi interrompida na quarta-feira para interligação da tubulação, mas o rompimento de um registro na madrugada de quinta-feira (22) adiou a retomada do abastecimento.

Parte da população, no entanto, sentiu os efeitos por muito mais tempo. No bairro Várzea Grande, onde mora o músico Alex Sandro Schnidger, 34 anos, por exemplo, as torneiras secaram na última terça-feira (20) e somente nesta segunda-feira (26) a água voltou com pressão normal. Na semana passada, até mesmo restaurantes precisaram fechar e turistas deixaram pousadas devido à falta d'água.

— Sempre que tem movimento na cidade não chega água pra nós. Quando chega, não tem pressão e nos últimos dias veio com barro. Essa situação já vem há anos, mas chegou num extremo que não conseguem mais abastecer — reclama Schnidger.

A explicação da Corsan para o problema é que os reservatórios, incluindo o inaugurado em setembro na Aldeia do Papai Noel, não tem ficado cheio devido ao alto consumo. A companhia afirma, porém, que a implantação da adutora vai proporcionar a vazão suficiente para atender a demanda.

Leia também
Ex-funcionários da empresa Dambroz protestam por falta de pagamento rescisório em Caxias
Incremento de R$ 8,5 bilhões em 2017 sinaliza retomada da economia em Bento Gonçalves

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros