Motorista que matou homem na BR-470, em Garibaldi, é liberado  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Acidente01/11/2018 | 15h17Atualizada em 01/11/2018 | 15h58

Motorista que matou homem na BR-470, em Garibaldi, é liberado 

Condutor de 25 anos disse que se assustou com o incidente e que não teria ingerido bebida alcoólica

Motorista que matou homem na BR-470, em Garibaldi, é liberado  Idemir de Siqueira/Divulgação
Gallina era uma figura conhecida em Garibaldi Foto: Idemir de Siqueira / Divulgação

O responsável pelo atropelamento que matou Fábio Gallina, 43 anos, se apresentou à Polícia Civil de Garibaldi na tarde desta quarta-feira (31). Após prestar depoimento, ele foi liberado.

Leia mais:
"Era o torcedor número um das bochas", diz amigo de homem morto em atropelamento na BR-470

O acidente aconteceu no final da noite do último domingo (28), quando o homem de 25 anos conduzia um Golf no km 227 da BR-470, próximo ao trevo de acesso a Garibaldi. O jovem colidiu com a vítima, que morreu na hora em função do impacto. O motorista abandonou o veículo na rodovia e deixou a vítima no local.

Segundo o delegado Clóvis de Souza Rodrigues, as investigações precisam ser concluídas para que ocorra uma definição sobre o grau de responsabilidade do condutor e as circunstâncias do fato. Conforme o delegado, o homem alegou que Gallina passou correndo em frente a rodovia e não foi possível evitar o choque. O motorista disse à polícia que não ingeriu bebida alcoólica e que se assustou com o incidente e, por esse motivo, abandonou o veículo no local.  

— Ele alegou que não teve tempo de desviar e que um caminhão que estava à sua frente na rodovia quase atropelou a vítima. Ele disse que não ingeriu bebida alcoólica e ficou muito transtornado com o atropelamento e deixou o veículo aberto, pegou carona em um veículo e foi até a sua residência em Carlos Barbosa – aponta o delegado.  

A partir de agora, segue o trabalho da Polícia Civil para concluir as perícias e os depoimentos de testemunhas, que devem apontar as causas do homicídio. Gallina era uma figura conhecida em Garibaldi. Ele era membro ativo das competições da Liga Garibaldense de Bocha e possuía deficiência intelectual. 

Leia também:
Conheça a marca gaúcha que está fazendo sucesso no mercado norte-americano

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros