Exército diz que detonação não causaria tremores em uma área tão grande de Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Tremor15/11/2018 | 16h01Atualizada em 15/11/2018 | 16h19

Exército diz que detonação não causaria tremores em uma área tão grande de Caxias

3º GAAAe tem setor de controle e liberação de uso de explosivos  

Exército diz que detonação não causaria tremores em uma área tão grande de Caxias Reprodução/
Foto: Reprodução

O uso de explosivos para detonações em pedreiras e edificações é liberado pelo Exército Brasileiro. O setor responsável é o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC). De acordo com o tenente-coronel Julio Cezar Dutra de Oliveira, subcomandante do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (3º GAAAe), com sede em Caxias do Sul, existem planos de detonações aprovados pelo setor na cidade. Contudo, eles preveem ações durante o horário comercial.

 Leia mais:
Geólogo descarta detonação como causa de tremores registrados em Caxias do Sul
Teto de banheiro de casa no bairro Jardim América desaba com tremor em Caxias
Após relatos de moradores, técnicos da Universidade de Brasília investigam novo tremor em Caxias
Moradores voltam a relatar tremores em Caxias do Sul

Até o momento, o setor não recebeu nenhuma denúncia de ocorrência fora do horário previsto. Segundo o tenente-coronel, ainda poderia-se considerar uma operação clandestina. Mas também não houve relatos.

– Em geral para todas as detonações é aprovado o plano, tem autorização do Exército dentro de todas as normas de segurança, quantidade de explosivo que vai ser detonado, o explosivo é controlado também com número de lote. Pelo que temos de plano de detonação, e pelos horários em que foram sentidos os tremores, a evidência que se tem é de que não seja dessas detonações autorizadas. Também, pela abrangência dos bairros, teria ser uma carga explosiva muito grande, o que não é usual. O normal em uma detonação é que ela seja sentida em um raio de 300 a 400 metros, não mais do isso – explicou o militar.

Se alguém tiver informações de detonações clandestinas ou irregulares podem ligar para o 3º GAAAe no telefone 54 3226 1222.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros