Com pouco movimento em bairros, produtores rurais avaliam novos pontos de feira em Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Agricultura16/11/2018 | 15h20Atualizada em 16/11/2018 | 15h20

Com pouco movimento em bairros, produtores rurais avaliam novos pontos de feira em Caxias

Edições de quarta e quinta-feira têm dado pouco retorno

Com pouco movimento em bairros, produtores rurais avaliam novos pontos de feira em Caxias Juan Barbosa/Agencia RBS
160 feirantes vendem seus produtos entre terça e sábado em 34 pontos de Caxias do Sul Foto: Juan Barbosa / Agencia RBS

Produtores rurais e comerciantes que participam de feiras em Caxias do Sul se reuniram nesta semana na prefeitura para discutirem a possibilidade de novos locais e horários para a comercialização dos produtos. Conforme o presidente da Associação dos Feirantes do município (Assofei), Rogério Bridi, o assunto está sendo debatido porque feiras em bairros às quartas e quintas-feiras têm dado pouco retorno. Na reunião, que ocorreu na segunda-feira (12) no auditório do centro administrativo, ficou definido que um estudo de viabilidade será conduzido pela Secretaria da Agricultura, levando em conta também as questões de trânsito, e os feirantes voltarão a se reunir em janeiro para debater o tema.

Bridi explica que, em alguns casos, o produtor gasta mais para sair da sua propriedade e participar da feira do que arrecada com as vendas do dia.

— O agricultor paga para um diarista trabalhar na propriedade enquanto vai vender R$ 40, R$ 50 na feira. Fora o combustível e o tempo que poderia aproveitar para outras coisas — comenta.

Segundo Bridi, a situação tem ficado mais complicada para os feirantes com o aumento no número de mercados em bairros de Caxias, que fazem promoções de frutas e verduras em diferentes dias da semana. Quando há tempo bom, segundo ele, a feira não chega a ser impactada, mas o problema é quando chove, já que não há um espaço coberto e as pessoas desistem de sair de casa, especialmente no inverno.

Já as terças-feiras e os sábados pela manhã são os melhores dias para o feirante, segundo Bridi.  Ele aponta que os pontos do bairro Panazzolo e da Praça das Feiras, às terças, e na Plácido de Castro na quadra da Maesa, aos sábados, são os mais rentáveis. 

Uma das possibilidades debatidas na reunião foi de a Praça das Feiras receber também a feira dos agricultores aos sábados. Outra sugestão foi a realização da feira na rua Alfredo Chaves, na em frente à prefeitura de Caxias do Sul.

— Também será analisada a possibilidade de outros pontos nos bairros onde as vendas não estão boas, para buscar locais de maior movimento — explica.

Caxias tem ao todo 160 feirantes cadastrados para venda de produtos em 34 pontos da cidade, entre terça e sábado.

Natal e Ano Novo

Para o fim do ano, também é avaliada a possibilidade de todas as feiras que ocorrem na terça serem transferidas para a segunda nas vésperas do Natal e Ano Novo, feriados que desta vez caem na terça-feira. Já está definido que a feira da Praça das Feiras será na segunda. As demais ainda aguardam definição.

Leia também:  
Além dos mais de 70 shows, confira o que fazer e assistir no Mississippi Delta Blues Festival, que inicia quinta-feira
Esportivo anuncia 14 jogadores e tem grupo encaminhado para 2019 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros