Após relatos de moradores, técnicos da Universidade de Brasília investigam novo tremor em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Investigação15/11/2018 | 13h53Atualizada em 15/11/2018 | 13h53

Após relatos de moradores, técnicos da Universidade de Brasília investigam novo tremor em Caxias

Professor da instituição, George Sand França não acredita em causas artificiais: "Parece ser terremoto"

Após relatos de moradores, técnicos da Universidade de Brasília investigam novo tremor em Caxias Reprodução/
Na noite de segunda (12), cidade teve tremor de magnitude 2 na escala Richter Foto: Reprodução

Técnicos da Universidade de Brasília (UNB) analisam registros de sismógrafos para verificar o tremor relatado por moradores de Caxias do Sul na noite desta quarta-feira (14). A expectativa é de que, ao longo desta quinta-feira (15), o Observatório de Sismologia da instituição confirme se os equipamentos registraram ou não algum fenômeno.

Leia mais
Semelhança entre horários dos tremores em Caxias ainda é um mistério
Confira outras vezes em que Caxias do Sul tremeu
Geofísico afirma que causa de tremor em Caxias pode ser de difícil identificação
Tremor em Caxias do Sul teve magnitude 2 na escala Richter

Conforme o professor George Sand França, como os sismógrafos ficam distantes de Caxias —o mais próximo está em Canela —, é possível que não haja registro mesmo que tenha ocorrido um tremor de baixa intensidade. A distância também não permite uma análise precisa das causas apenas com base nos registros, mas causas artificiais são improváveis.

— Até é possível que seja por outro motivo, mas parece ser terremoto, pela característica da onda de choque registrada pelos sismógrafos no tremor de segunda-feira. O fato de ter ocorrido em horário quebrado e não na hora cheia também sugere que é um fenômeno natural — avalia França.

Com relação ao fato de os tremores terem sido sentidos à noite, o professor acredita que seja "coincidência". Essa avaliação é semelhante à do geólogo caxiense Nério Susin, que afirma não ter explicação para o horário do fenômeno. Susin descarta qualquer ação humana como causa dos tremores e diz que eles ocorrem em amplas profundidades.

Na noite desta quarta-feira (14) os bombeiros de Caxias do Sul receberam 20 ligações de moradores do bairro Petrópolis entre 20h30min e 21h. Eles relatavam novos tremores na região. O bairro foi um dos cinco, todos da zona leste da cidade, que registraram o maior número de relatos na noite de segunda-feira (12). Após análise de dados, o Centro de Sismologia detectou um tremor de magnitude 2 na escala Richter às 21h07min de segunda e outro de 1.8 às 21h23min.

Leia também
Empresário sugere que polícia centralize esforços em Porto Alegre e Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros