Sem pagar conta de luz, agência do Sine de Caxias deve reabrir na próxima segunda-feira - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Programe-se17/10/2018 | 13h50Atualizada em 18/10/2018 | 07h13

Sem pagar conta de luz, agência do Sine de Caxias deve reabrir na próxima segunda-feira

FGTAS admite que houve atraso no pagamento da conta de energia elétrica

Sem pagar conta de luz, agência do Sine de Caxias deve reabrir na próxima segunda-feira Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Sem energia elétrica, Agência do SINE de Caxias do Sul não teve atendimento à população nesta quarta-feira (17). Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

O desligamento da energia elétrica do prédio da agência do Sine de Caxias do Sul, na manhã desta quarta-feira, foi motivado pelo atraso no pagamento da fatura. A informação é da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS). A falta de luz provocou o cancelamento dos atendimentos e a agência deve reabrir somente na segunda-feira (22). 

Leia mais
Sem luz, Sine de Caxias do Sul não tem atendimento à população nesta quarta-feira 

Conforme a nota oficial encaminhada pela FGTAS, desde outubro do ano passado, a fundação não recebe recurso federal do convênio firmado entre o Estado e o Ministério do Trabalho para custeio das agências FGTAS/Sine. A fundação solicitou, então, auxílio do governo estadual para quitar as faturas em aberto.  A previsão é de que o pagamento à concessionária de energia elétrica seja realizado na primeira quinzena de novembro.

Ainda segundo a nota, os trabalhadores que tiverem agendamento para solicitar o seguro-desemprego ou confecção da carteira de trabalho serão contatados pelos servidores do Sine para remarcar o atendimento.

 Leia a nota na íntegra:

A Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) informa que a Agência FGTAS/Sine de Caxias do Sul está fechada nesta quarta-feira, 17 de outubro, por falta de energia elétrica. A previsão é de que o restabelecimento da energia e a reabertura da unidade ocorram na próxima segunda-feira, 22 de outubro.

O corte no fornecimento de energia foi motivado pelo atraso no pagamento do serviço. Desde outubro de 2017, a FGTAS não recebe recurso federal do convênio firmado entre o Governo do Estado e o Ministério do Trabalho para custeio das Agências FGTAS/Sine.

Em agosto de 2018, o Governo do Estado concedeu suplementação orçamentária para manutenção das Agências de acordo com as prioridades elencadas pela Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz). A FGTAS realizou nova solicitação de repasse ao Governo do Estado para o pagamento das faturas em aberto devido ao atraso de recursos federais do convênio. A previsão é de que o pagamento à concessionária de energia elétrica seja realizado na primeira quinzena de novembro.

A Fundação também está em contato com a RGE para que a ordem de corte de energia seja suspensa e a unidade possa restabelecer o atendimento prestado aos trabalhadores o mais breve possível.

Os trabalhadores que possuírem agendamento de seguro-desemprego e de encaminhamento de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) no período de fechamento da Agência serão contatados por telefone pelos servidores da FGTAS para remarcar a data de atendimento.

Leia também:
Vacaria sanciona lei para punir quem maltrata animais
Caxias do Sul vai ganhar centro de eventos 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros