Secretaria da Saúde ampliará o número de mamografias na rede pública de Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

SUS04/10/2018 | 16h20Atualizada em 04/10/2018 | 16h20

Secretaria da Saúde ampliará o número de mamografias na rede pública de Caxias do Sul

Serão 590 novos exames por mês, contratados com dois hospitais da cidade

Secretaria da Saúde ampliará o número de mamografias na rede pública de Caxias do Sul Cris B./Fotolia
Em Caxias do Sul, a mamografia é feita em mulheres a partir dos 40 anos Foto: Cris B. / Fotolia

A Secretaria Municipal da Saúde ampliará o número de mamografias oferecidas para mulheres no SUS de Caxias do Sul. Por mês, serão 590 novos exames de rastreio do câncer de mama contratados com os hospitais Geral e Virvi Ramos. Por enquanto, são 1.065 mamografias realizadas mensalmente. 

Conforme o diretor técnico do Núcleo de Atenção à Saúde da Mulher, o mastologista Fernando Vivian, o tempo comum de espera para fazer a mamografia é de 10 dias. Porém, segundo ele, equipamentos dos prestadores de serviço estragaram recentemente e, por isso, a demora está um pouco maior. As mulheres podem requisitar o exame diretamente nos postos da saúde, sem necessidade de consulta. Quando o médico considera que o diagnóstico precisa de complemento, pode solicitar também uma ecografia mamária - foram realizadas 2.129 de janeiro a setembro. 

Já o número de mamografias feitas no SUS de Caxias chega a 9.448 até o final do mês passado. Como ocorre anualmente, a Campanha Outubro Rosa terá um sábado com postos de saúde abertos para agendamento dos exames e coleta do citopatológico. Será no dia 20 de outubro, das 9h30min às 16h. No ano passado, 1.629 mamografias foram marcadas nesta ação. 

Vivian destaca que o exame é importante porque as causas da doença não são totalmente conhecidas, o que dificulta a prevenção. Com a mamografia, é possível identificar o tumor em fase inicial mesmo em mulheres sem queixas. Segundo o médico, a taxa de cura é de 90% entre aquelas que têm a doença diagnosticada rapidamente. 

O Ministério da Saúde preconiza o exame para mulheres acima dos 50 anos. Em Caxias do Sul, a mamografia é feita em mulheres a partir dos 40 anos, o que amplia o público alvo de identificação da doença. O município tem ainda o Programa Municipal de Vigilância e Detecção Precoce do Câncer de Mama (Vigimama), que monitora usuárias do SUS com exames preventivos apontando forte suspeita do tumor. Das mulheres cadastradas e diagnosticadas com câncer de mama, 35% tem menos de 50 anos. 

Em 2017, 72 mulheres morreram em decorrência da doença em Caxias do Sul. Por ano, o investimento do município em medidas de diagnóstico e no tratamento da doença é de R$ 4,6 milhões, conforme a Secretaria da Saúde.

Leia também:
Franquia de revisão tributária chega a Caxias do Sul
Empresa anuncia joint venture para crescer no mercado

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros