Força-tarefa distribui lonas para cobrir mais de 100 casas destelhadas por vendaval em Vacaria - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Campos de Cima da Serra02/10/2018 | 15h24Atualizada em 03/10/2018 | 10h20

Força-tarefa distribui lonas para cobrir mais de 100 casas destelhadas por vendaval em Vacaria

Cerca de dois mil clientes da RGE seguem sem luz na cidade

Força-tarefa distribui lonas para cobrir mais de 100 casas destelhadas por vendaval em Vacaria Defesa Civil/Divulgação
Vendaval e chuva na tarde de segunda causaram prejuízos em casas de seis bairros, conforme a Defesa Civil Foto: Defesa Civil / Divulgação

Uma força-tarefa formada pelo Corpo de Bombeiros, secretarias municipais e Defesa Civil ainda trabalha na distribuição de lonas e telhas para famílias que tiveram casas parcialmente destelhadas em Vacaria. Vento forte e chuva atingiram a cidade por volta das 15h30min de segunda-feira (2). Até por volta das 11h desta terça-feira (2), a Defesa Civil já contabilizava mais de 100 locais destelhados.

O bairro mais atingido é o Barcelos, mas também foram registrados estragos no Jardim dos Pampas, no São João, no São Mateus, no Vista Alegre e no Jardim América. Entre os locais atingidos, estão casas, galpões e escolas. Segundo a Secretaria da Educação, foram quatro escolas afetadas na rede municipal. A escola Dalva Zanotto de Lemos, da rede estadual, também sofreu com o desprendimento de uma telha.  

O vendaval gerou ainda queda de quatro árvores e de quatro postes de luz, conforme a coordenadora da Defesa Civil, Sirlei Castagna. Por isso, cerca de dois mil clientes seguem sem energia elétrica na cidade. Conforme a RGE, as equipes enfrentam dificuldades por causa do volume elevado de consumidores afetados, da distância entre as ocorrências na área rural e de problemas nos acessos. A distribuidora não informou a previsão de restabelecimento completo do serviço, mas afirmou que as equipes estão trabalhando para isso.

Leia também
Ventania destelha cerca de 100 casas em Lagoa Vermelha, no norte do RS
Postão de Caxias segue atendendo pacientes que chegam à unidade 
A poucos dias das eleições, entenda como a urna eletrônica funciona e saiba por que é segura

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros