Cerca de 300 estudantes assistem a filme com  pipoca e refrigerante de graça em Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Dia da Criança10/10/2018 | 20h21Atualizada em 10/10/2018 | 20h21

Cerca de 300 estudantes assistem a filme com  pipoca e refrigerante de graça em Caxias

Ação social promovida por GNC Cinemas contemplou crianças e adolescentes carentes de Caxias e Flores da Cunha

Cerca de 300 estudantes assistem a filme com  pipoca e refrigerante de graça em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Nas primeiras fileiras da sala de cinema, os pés dos pequenos que sequer alcançavam o chão flutuavam acima das pipocas espalhadas. Com dificuldade para segurar os copos e ainda desajeitada com a inclinação das grandes poltronas, a gurizadinha da Escola Infantil Dr. Renan Falcão de Azevedo, do bairro Reolon, em Caxias do Sul, era a mais empolgada durante a sessão de cinema desta quarta-feira à tarde. E não foi uma sessão comum. Muitos dos alunos nunca haviam pisado em uma sala de cinema, sequer em um shopping. 

— Havia um aluno que olhava deslumbrado para tudo. Tínhamos até medo de que ele fosse bater a cabeça alguma hora. É muito importante para nós que haja esse tipo de ação — contou a professora Leonice Batista.

Junto com as colegas, Leonice acompanhou cerca de 70 alunos de quatro e cinco anos  em uma sessão especial organizada pelo GNC Cinemas para cerca de 300 crianças e adolescentes atendidos por entidades assistenciais e escolas de regiões carentes. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 10/10/2018. GNC Cinemas, no Shopping Iguatemi, promove sessão especial para cerca de 300 crianças de entidades assistenciais da região, em homenagem ao Dia da Criança.  (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A atividade, que ocorre pelo segundo ano consecutivo, é alusiva ao Dia das Crianças, celebrado em 12 de outubro. Além da sessão gratuita do filme Pé Pequeno, cada convidado recebeu uma caixinha de pipoca e um refrigerante de cortesia. Além dos estudantes da Dr. Renan Azevedo, participaram também alunos da Escola Municipal Mansueto Serafini, do bairro Pôr do Sol, de Caxias, crianças e adolescentes da Casa Anjos Voluntários, que atende jovens da Zona Oeste; Além da garotada do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de Flores da Cunha.

— Sabemos que muitas das crianças, pelo fato de viverem em situação de vulnerabilidade social, estão tendo essa vivência pela primeira vez. E tentamos contemplar todas as idades, desde os três anos até adolescentes —  comentou o gerente da unidade do GNC Cinemas de Caxias, Marcelo Finger.

Atendido pela Anjos Voluntários, Carlos Eduardo Todescato, 13 anos, foi um dos que vivenciou a experiência inédita.

— Nunca tinha vindo no cinema por não ter condições de pagar mesmo — relatou timidamente o jovem.

Já Janaína Jesus Ávila, 12, também atendida pela Anjos Voluntários, afirmou que até frequenta cinema e que apesar de não ser o tipo de filme que costuma assistir, não pôde perder a oportunidade.

— A gente nem sabia que filme era, mas como disseram que era de graça e ainda teria pipoca e refri, não resistimos — brincou a estudante acompanhada das amigas Giuliana, Mainara e Thaís.

...

Aluno do 6º ano da Escola Mansueto Serafini, Wellington Biazu, 16, também foi sincero sobre o que mais lhe agradava em participar da ação:

— Eu preferia que fosse um filme de terror, mas mesmo assim (assistir ao filme) é melhor do que ficar na escola.

A organização de toda a movimentação ficou a cargo de uma equipe de funcionários do GNC e também de professores e educadores sociais que acompanharam as turmas.

— Já é a segunda vez que participamos. Vale a pena, pois a gente sabe que nem todos têm condições de frequentar cinema. Além disso, tem todo trabalho que fazemos para fazer eles saírem da realidade de pobreza que  vivem, por isso, essa experiência acaba sendo mais um contexto interessante — relatou o educador social da Anjos Voluntários, Gamaiel Porto Bourscheidt.

Além de Caxias,  outras seis cidades da rede realizam a ação nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Leia também
Alunos viajam 230 quilômetros para conhecer a BM de Caxias do Sul Fechamento do Postão vai reforçar UBSs, mas debandada de médicos é uma possibilidade
Aditivo de contrato da UPA, multa e contratação de serviços privados: os detalhes do acordo para o fechamento do Postão

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros