Caxias terá novos serviços de assistência social no Campos da Serra e Esplanada - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Crianças e adolescentes25/10/2018 | 13h28Atualizada em 25/10/2018 | 13h28

Caxias terá novos serviços de assistência social no Campos da Serra e Esplanada

FAS terá incremento de R$ 10 milhões no orçamento para 2019

Caxias terá novos serviços de assistência social no Campos da Serra e Esplanada Andréia Copini/ Divulgação/
Últimas unidades habitacionais no loteamento Campos da Serra foram entregues em 2016 Foto: Andréia Copini/ Divulgação

Caxias do Sul terá dois novos serviços da área de assistência social voltados a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade no loteamento Campos da Serra e no bairro Esplanada a partir do ano que vem. Essa é a previsão da Fundação de Assistência Social (FAS), que irá receber um reforço de R$ 10 milhões do orçamento do município para o ano que vem, segundo a diretora-presidente, Rosana Menegotto. Neste ano, o orçamento total da FAS, incluindo recursos externos ao município, como os da União, foi de R$ 64 milhões.

Rosana explica que o valor adicional será empregado no pagamento de funcionários de entidades parceiras da fundação em diversos serviços prestados pela instituição. Conforme ela, foi feito um alinhamento com essas entidades, nos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos e na assistência básica, para que todas recebam os recursos com esse critério. Já o custeio de alimentação e despesas fixas, como energia elétrica, ficam de contrapartida das entidades. São tanto serviços voltados a crianças e adolescentes, quanto a adultos e idosos. Antes disso, segundo Rosana, algumas entidades recebiam custeio completo enquanto outras recebiam recursos insuficientes para pagar os profissionais. A presidente afirma que esse trabalho de redistribuição foi feito em conjunto com as entidades. 

Com o aumento no orçamento, a previsão é de abrir os dois novos serviços para crianças e adolescentes a partir de maio de 2019. Os editais devem ser lançados nos próximos dias. Tanto no Campos da Serra quanto no Esplanada, serão atendidas 90 crianças e adolescentes entre os seis e 15 anos. 

Rosana explica que não se trata de escolas. O público atendido é de crianças e adolescentes em risco de perderem vínculos com as suas famílias, e inclusive de terem futuramente de ser acolhidas em abrigos ou casas lares. No caso de adolescentes, ainda há o risco maior de serem cooptados por facções de tráfico de drogas. Ao mesmo tempo em que as crianças são acompanhadas nesses serviços, os pais também são atendidos em Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

Conforme Rosana, o tempo em que cada criança e adolescente fica no serviço no dia-a-dia varia em número de dias por semana e horários. Poderão ficar até um turno, oposto período em que têm aulas.

No caso do loteamento Campos da Serra, onde uma preocupação dos pais é em relação aos filhos que ficam expostos a riscos enquanto eles vão trabalhar, Rosana afirma que, a partir de um estudo técnico, a meta de atendimento contempla a demanda. Mas ela observa que só após o serviço começar a funcionar é que haverá uma avaliação melhor, já que muitas pessoas buscam atendimento após verem o serviço em funcionamento.

No loteamento, o novo serviço funcionará no salão paroquial da comunidade de Nossa Senhora das Graças, em uma parte da estrutura com aluguel mensal de R$ 1 mil. No Esplanada, vai funcionar em um prédio da prefeitura desativado desde 2016, onde ficava o serviço Esperança. Nesse caso, Rosana afirma que a ideia é buscar uma entidade que faça também a reforma do espaço físico, que está depredado.

Leia também
Natal Luz de Gramado começa nesta quinta-feira
Evento natalino em Gramado é oportunidade de emprego
Técnicas devolvem autoestima para pacientes com câncer de mama

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros