Cães e gatos em situação de maus-tratos são recuperados para doação em Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Canil Municipal03/10/2018 | 20h28Atualizada em 03/10/2018 | 20h28

Cães e gatos em situação de maus-tratos são recuperados para doação em Caxias

Saiba como adotar um mascote

Cães e gatos em situação de maus-tratos são recuperados para doação em Caxias Mateus Argenta / Divulgação/Divulgação
Foto: Mateus Argenta / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) trabalha na recuperação de animais vítimas de situações de maus-tratos, abandono ou atropelamento. A intenção é que, após o tratamento, ocorra a adoção. São cerca de mil cães e gatos vivem no local administrado pela prefeitura. Desde o início da campanha Adote por Amor, promovida a partir de 2017, mais de 300 animais encontraram uma família.

Conforme a veterinária Ana Caroline Rossi, diretora do Canil Municipal, a primeira atitude a ser tomada quando o animal é resgatado é descobrir se o animal pertencia a alguém. Este rastreio é feito pelo microchip, caso o animal tenha. Caso tenha sido vítima de abandono, a Semma abre um processo administrativo contra o responsável. 

— Se não tiver essa identificação, o animal dá entrada no canil e passa por um exame clínico, recebendo tratamento. Se precisar de exames mais complexos, como um raio-x, é encaminhado à Universidade de Caxias do Sul. Depois, ao retornar, ganha um microchip para identificação, é vacinado, vermifugado e castrado. Após a adaptação, quando já está saudável, é encaminhado para adoção — explica.

Três veterinários e um estagiário de Medicina Veterinária atendem os animais que vivem no local. As visitas ao Canil para realizar a adoção são acompanhadas por um veterinário e um funcionário, sempre com agendamento. 

— Temos horários de segunda a sexta-feira, às 14h, e aos sábados, às 14h e às 15h. É importante agendar para evitar a adoção por impulso, adoção por emoção, adoção porque a criança queria um cachorro. Esse animal vai ficar com a pessoa por 10, 15, até 20 anos, então não pode ser levado sem responsabilidade — salienta.

Pavarotti teve final feliz

O cão Pavarotti é um dos casos com desfecho feliz na Semma. Resgatado de maus-tratos em 2017, ele passou por cuidado intensivo de seis meses até ser colocado para adoção. Foram tratadas bicheiras e outras doenças de pele, além da vermifugação, vacinação e castração. Cheio de energia, o cachorro chamou a atenção do vendedor Eduardo Lopes Macedo. 

_ Quando cheguei ao Canil para fazer a visita, coloquei os olhos nele e já sabia que seria o meu cachorro. Eu sempre quis um cachorro grande e ele é exatamente como eu queria. Um peludo, mais novinho, que não parasse quieto, do jeito que ele está agora_ conta Macedo.

A rotina de cuidados é intensa. 

_ É como ter uma criança. Tem que saber que tem que acordar cedo, ver se ele já comeu, limpar, organizar. Chegar em casa e fazer tudo de novo, além de sair para passear e brincar_relata.

Como adotar

Pessoas interessadas em dar um futuro diferente para um cão ou gato do Canil Municipal podem preencher o formulário da campanha Adote por Amor, disponível no site da prefeitura: https://bit.ly/2FaNrfi. 

Dessa forma, a Semma entrará em contato com o futuro adotante. Também é possível agendar a visita ligando para (54) 3901.1445, das 8h às 17h.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros