Prefeitura de Flores da Cunha iniciará estudos para restauração de museu municipal - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Patrimônio27/09/2018 | 13h59Atualizada em 27/09/2018 | 13h59

Prefeitura de Flores da Cunha iniciará estudos para restauração de museu municipal

Nesta semana deve ser assinada contratação da empresa que fará os laudos técnicos para identificar pontos que devem ser reformados do imóvel

Prefeitura de Flores da Cunha iniciará estudos para restauração de museu municipal Fábio Carnesella/Divulgação
Foto: Fábio Carnesella / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A prefeitura de Flores da Cunha continua a investir esforços em ações de preservação do patrimônio histórico do município. Após restaurar o Casarão Veronese em 2017, efetivar o tombamento do cemitério Campo Santo dos Imigrantes (primeiro imóvel tombado na cidade), o poder público articular duas novas ações: a organização de um inventário dos imóveis históricos e o início dos estudos para restauração do Museu e Arquivo Histórico Pedro Rossi. Nesta semana deve ser assinada contratação da empresa que fará os laudos técnicos para identificar pontos que devem ser reformados do museu.

— Já estamos organizando isso antes do (incêndio) ocorrido com o museu nacional. Não que nosso prédio corra qualquer risco do tipo, mas queremos "revivê-lo", melhorar a acessibilidade e resolver questões pontuais como a umidade. A ideia é não descaracterizá-lo, até porque não devem ser necessárias intervenções tão drásticas —  acredita a arquiteta da Secretaria de Planejamento, Meio Ambiente e Trânsito de Flores da Cunha, Sayonara Guaresi.

Os estudos técnicos devem levar entre 60 e 90 dias para serem concluídos. Após, a intenção da prefeitura é elaborar projeto para pleitear recursos da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) para o restauro. Segundo Sayonara, a captação deve começar no primeiro trimestre do próximo ano. Simultaneamente, o poder público dá andamento ao processo de tombamento da estrutura. 

— Nosso objetivo com ações como essa é fazer a população se apropriar desses bens e pensar a cidade como sua, que valorize o que é seu — ressalta.

Além de guardar objetos históricos que datam o início da imigração italiana na região, no Museu e Arquivo Histórico Pedro Rossi está armazenado todo o acervo de documentos e fotografias da história da cidade. De 1945 a 1988, o prédio onde hoje está localizado o museu abrigou a prefeitura de Flores da Cunha. Tanto, que até hoje pintura na fachada identifica o local como antigo centro administrativo.

Leia também
Concurso público para prefeitura de Bento Gonçalves tem 36 candidatos por vaga
Moradores relatam problemas de acesso após implantação da terceira faixa na BR-116, em Caxias
Reforma do Postão de Caxias do Sul vai custar quase R$ 640 mil


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros