Preço da gasolina fica estável na última semana em Caxias, mas projeção é de aumento - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Peso no bolso01/09/2018 | 14h06Atualizada em 01/09/2018 | 14h06

Preço da gasolina fica estável na última semana em Caxias, mas projeção é de aumento

Reajustes do diesel e da gasolina nas refinarias entraram em vigor nesta sexta e sábado

Preço da gasolina fica estável na última semana em Caxias, mas projeção é de aumento Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Gasolina ficou praticamente estável nas bombas de Caxias em agosto, embora tenha acumulado alta de 10% nas refinarias Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O preço médio da gasolina em Caxias do Sul se manteve praticamente estável na última semana, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O levantamento, realizado entre segunda-feira e quarta-feira, aponta que o preço médio cobrado nas bombas da cidade é de R$ 4,78. 

Leia mais
Ipiranga aposta em descontos na gasolina em Caxias
Preço dos combustíveis reduz quase 10 centavos em Caxias

O valor é o menor desde o dia 7 de julho, mas o preço variou pouco em agosto. Na semana passada, por exemplo, o litro custava, em média, R$ 4,79, o mesmo valor da pesquisa divulgada no último dia 4. O maior valor do mês foi registrado entre os dias 5 e 11 de agosto: R$ 4,80. O preço pago pelos postos também variou pouco desde o fim de julho. Nesta semana, porém, aumentou R$ 0,04, passando de R$ 4,13 para R$ 4,17.

Já o preço médio do diesel estava em R$ 3,30 nas bombas nesta semana, R$ 0,05 a menos do que na semana anterior. Nesta sexta (31), porém, a Petrobras anunciou aumento de 13% no valor óleo nas refinarias, após o congelamento de preços ocorrido devido à greve dos caminhoneiros. A expectativa de empresários do setor é de que o custo ao consumidor suba até R$ 0,25 por litro na próxima semana. 

Neste sábado também entrou em vigor um reajuste de R$ 1,54% no preço da gasolina nas refinarias, o que leva o valor do litro para o recorde de R$ 2,17. Esta é o terceiro dia seguido de alta determinado pela Petrobras nas refinarias e deve impactar o preço nas bombas a partir da próxima semana. Embora o preço cobrado nos postos de Caxias tenha variado pouco em um mês, o valor cobrado pela Petrobras nas refinarias no período acumula alta de 10,27%.

Leia também
Diocese de Caxias formará diáconos para ajudar padres nas comunidades da Serra
De padre engenheiro a seminaristas aos 40 anos: as mudanças da Diocese de Caxias
Queda parcial de pedras em trecho da BR-116 pede atenção dos motoristas

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros