Pacientes terão de fazer novo cadastro no Postão de Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

SUS12/09/2018 | 13h40Atualizada em 12/09/2018 | 14h31

Pacientes terão de fazer novo cadastro no Postão de Caxias

Motivo é implantação de prontuário eletrônico

Pacientes terão de fazer novo cadastro no Postão de Caxias Gabriel Lain/Especial
Instalação do sistema começou na segunda-feira e se encerra nesta quarta-feira Foto: Gabriel Lain / Especial

A implantação do prontuário eletrônico na rede pública de saúde de Caxias do Sul exigirá que os pacientes façam novos cadastros no Postão 24 Horas. A instalação do sistema começou na segunda-feira (10) e se encerra nesta quarta-feira. Usuários da rede pública que foram à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) desde maio  estão com os dados atualizados, já que o sistema é interligado. 

Leia mais
Mutirão de consultas vai atender quem está na fila por especialistas em Caxias

Com o prontuário eletrônico, o histórico do paciente fica armazenado digitalmente e acessível para toda a rede. Os prontuários em papel não serão digitalizados. A diretora de Tecnologia da Informação da Secretaria Municipal da Saúde, Jaqueline Prataviera Giovanardi, explica que nos primeiros dias os atendimentos podem demorar um pouco mais que o comum, por causa da necessidade dos servidores se adequarem. 

O prontuário eletrônico será instalado em 79 serviços da Secretaria Municipal de Saúde. Além da UPA, o setor de Cartão SUS já utiliza a tecnologia. A próxima etapa, prevista para outubro, envolve o almoxarifado. 

Nos postos de saúde, são duas fases. Já foram informatizadas a migração dos dados dos usuários, a formação de novos cadastros, o agendamento das consultas e os processos das salas de vacinas. A previsão é que a digitalização dos prontuários médicos ocorra em fevereiro. Isso depende da compra de 320 computadores para instalação nos consultórios. 

Leia também
Fabricante Keko, de Flores da Cunha, pede recuperação judicial
Formar comunidades engajadas contra a violência é dever do futuro governo do Estado
Projetos de penas alternativas são fundamentais para aliviar lotação em presídios 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros