Desfile de Sete de Setembro une diferentes gerações por um futuro melhor em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Patriotismo07/09/2018 | 14h10Atualizada em 07/09/2018 | 16h36

Desfile de Sete de Setembro une diferentes gerações por um futuro melhor em Caxias do Sul

46 instituições desfilaram na Rua Sinimbu das 9h às 12h30min desta sexta-feira

Desfile de Sete de Setembro une diferentes gerações por um futuro melhor em Caxias do Sul Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Neste ano, o desfile teve o tema "Projeto Rondon: lição de vida e de cidadania" Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS

Um ar de patriotismo tomou conta dos participantes do Desfile Cívicos de Sete de Setembro, em comemoração da Independência do Brasil, na manhã desta sexta-feira, em Caxias do Sul. Ao todo, 46 instituições, entre escolas, associações, ONGs e forças policiais, desfilaram na Rua Sinimbu, no centro da cidade, das 9h às 12h30min. De acordo com a prefeitura, cerca de 24 mil pessoas participaram do evento. Dessas, 8 mil desfilaram outras 16 mil estavam assistindo.  

Com o tema "Projeto Rondon: lição de vida e de cidadania", indicado pela Liga da Defesa Nacional do Rio Grande do Sul, o desfile foi aberto pelo Colégio Estadual Henrique Emílio Meyer. O percurso, a música e os cartazes confeccionados pela escola deixaram claro que, neste ano, o espírito de cidadania se uniu ao de sustentabilidade e busca por um futuro melhor. Futuro também representado pelo grande número de crianças e jovens desfilando, em uma iniciativa importante em tempos de eleições federais e estaduais.

Daniel Guerra e primeira-dama Andrea Guerra fazendo saudação à Sociedade dos Surdos de Caxias do Sul. Na linguagem dos surdos, as palmas são representadas balançando as mãos para cima.Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS

O discurso e os comentários esperançosos de quem assistia ao evento podem surpreender, tendo em vista o descontentamento político atual. O ar alegre daqueles que saíram cedo de casa para acompanhar o evento resumia-se em uma única palavra: esperança.

— Faz a gente ainda acreditar que existe uma solução, que o país ainda tem jeito. Eles fazem a gente acreditar nisso, as crianças que estão aí desfilando hoje. E o fato do desfile ter voltado para a Sinimbu também motivou mais as pessoas a virem assistir — opinou a psicóloga Catia Cislaghi, 41 anos, que assistia ao desfile.

Além do prefeito Daniel Guerra e da primeira-dama Andrea Marchetto Guerra, também presenciaram o ato as soberanas escolhidas para a Festa da Uva 2019, a rainha Maiara Perottoni e as princesas Milena Remus Caregnato e Viviane Piamolini Gaelzer, o presidente da Câmara, Alberto Meneguzzi, e outras autoridades.

Um encontro de gerações

Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS

Bastante aguardado, o desfile do Instituto de Educação Cristóvão de Mendoza foi um dos mais animadores e comoventes, devido à apresentação da tradicional banda marcial, que este ano conseguiu reunir integrantes das primeiras formações com a atual composição da banda. A iniciativa partiu de um chamamento, via redes sociais, do atual regente da banda, Antonio Roberto de Jesus Filho.  

A aposentada Rita Maria Ferrari Picoli, 56 anos, era umas das espectadoras atentas à passagem das escolas. Junto com a neta Receba, três, ela veio prestigiar dois netos, João Davi e João Batista, que desfilaram pela escola de Ensino Fundamental Zélia Rodrigues Furtado.

De acordo com ela, a ocasião serve para reacender o espírito de cidadania e para ter melhores perspectivas de um futuro melhor:

— Apesar do Brasil estar da maneira que está, a gente pode acreditar que esses jovens têm tudo pra mudar. Saí de casa para vir assistir o desfile que eu amo de paixão, eu fico muito emocionada, ainda mais que tenho meus dois netos desfilando — conta.

Confira o desfile da escola

Confira a ordem das escolas que desfilaram:

Colégio Estadual Henrique Emílio Meyer (B)
E. Educ. Inf. Vovó Lú
Colégio Murialdo - Ana Rech (B)
Rede Educar
E. M. E. F. Pe. João Schiavo (B)
Ação Comunitária Empresarial de Caxias do Sul – Parceiros Voluntários
E. M. E. F. Profª Ester Justina Troian Benvenutti (B)
APAFUT - Associação de Pais Amigos Futebol
Colégio São Carlos (B)
ONG Construindo Igualdade Caxias do Sul
E. E. E. F. Jose Venzon Eberle (B)
Associação CAE Beltrão de Queiroz
E. M. E. F. Fioravante Webber (B)
Santos Caxias do Sul
Inst. E. E. Cristóvão de Mendonza (B)
16º Distrito Escoteiro
E. M. E. F. Erny de Zorzi (B)
Núcleo Bandeirante Irmão Bonifácio e Grupo Guarani
E. M. E. F. Fermino Ferronato (B)
E. Ens. Médio Caminho do Saber
E. Ens. Médio Impulso ao Saber
Colégio Murialdo Caxias do Sul e Faculdade Murialdo (B)
Escola Bíblica Dominical Estrela da Manhã (B)
E. M. E. F. Zelia Rodrigues Furtado
E. E. M. Melvin Jones (B)
E. M. Esp. Ens. Fun. Helen Keller
E. E. Esp. Ens. Médio Helen Keller
Sociedade dos Surdos de Caxias do Sul
E. M. E. F. Governador Roberto Silveira (B)
E. M. E. F. Ruben Bento Alves (B)
E. E. E. M. Maria Araci Trindade Rojas
E. Adventista de Caxias do Sul
Clube de Desbravadores 7º e 8º Região (B)
Clube de Aventureiros
E. M. E. F. Presidente Castelo Branco
E. M. E. F. Engº Mansueto Serafini (B)
E. E. E. Médio Santa Catarina (B)
3º GAAAé (efetivo)
Ass. dos Artilheiros Antiaéreos
12º BPM (efetivo)
Guarda Municipal (motor)
3º GAAAé (motor)
12º Batalhão de Polícia Militar (motor)
5º Comando Regional de Bombeiros (motor)
Instituto Geral de Perícia (motor)
5ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal (motor)

Leia também
Picada Café ensina como ser exemplo em educação
Mirante: candidato diz que vai devolver o que "sobrar" de R$ 1,5 milhão do fundo partidário
Nhoque feito em Forqueta tem tempero de saudade 
Maneire na pinça: a tendência agora são sobrancelhas mais grossas

a tendência agora são sobrancelhas mais grossas

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros