Começa em outubro construção de escola para adolescentes infratores em Caxias  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Obra26/09/2018 | 18h10Atualizada em 26/09/2018 | 18h10

Começa em outubro construção de escola para adolescentes infratores em Caxias 

Nova estrutura terá cinco salas de aula e custará cerca de R$ 1 milhão

Começa em outubro construção de escola para adolescentes infratores em Caxias  Fundação de Atendimento Sócio-Educativo/Divulgação
Módulo semelhante foi construído no Case de Santa Maria Foto: Fundação de Atendimento Sócio-Educativo / Divulgação

O Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Caxias do Sul, que fica no bairro Reolon, terá uma ampliação. O início da construção está previsto para outubro. Um novo prédio será erguido ao lado da estrutura atual para abrigar exclusivamente a escola do centro, e poderá ser acessado por um corredor pelos adolescentes que cumprem medida socioeducativa na unidade. Atualmente, as salas de aula ficam no mesmo prédio dos dormitórios, ao lado da quadra de esportes.

Conforme o presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase) do Rio Grande do Sul, Robson Luis Zinn, quando as aulas ocorrem, não pode haver práticas na quadra. Com a escola transferida para o anexo, serão possibilitadas atividades simultâneas. A parte onde ficam as atuais salas de aula será utilizada apenas para oficinas de profissionalização.

A obra custará cerca de R$ 1 milhão, provenientes de um convênio com a Secretaria Estadual de Educação. O anexo terá cinco salas de aula, biblioteca e laboratório de informática. A ordem de início deve ser assinada na primeira metade de outubro. A previsão é de que os trabalhos durem seis meses. O modelo arquitetônico é o mesmo do anexo escolar construído no Case de Santa Maria, que ficou pronto neste ano.

Segundo o presidente da Fase, a estrutura prevista para o anexo escolar em Caxias do Sul terá capacidade para atender toda a população do Case. A população da unidade atualmente extrapola a capacidade prevista de 40 vagas: são 64 adolescentes cumprindo medidas socioeducativas.

Novo veículo

O Case de Caxias do Sul também recebeu nesta quarta-feira uma minivan Chevrolet/Spin com sete lugares no valor de cerca de R$ 78 mil. Conforme Zinn, trata-se de uma renovação da frota, e o veículo vai auxiliar em transportes para visitas domiciliares e audiências, por exemplo. O novo veículo se soma a uma Renault/Duster que o Case já possui.

Leia também:
FSG realiza Feira de Profissões nesta quarta-feira, em Caxias 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros