Alça de ligação da ERS-122 com a Rota do Sol, em Caxias, tem nova licitação - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Demanda histórica11/09/2018 | 16h40Atualizada em 11/09/2018 | 16h40

Alça de ligação da ERS-122 com a Rota do Sol, em Caxias, tem nova licitação

Primeiro certame, lançado em maio, foi declarado deserto após as duas empresas candidatas serem desclassificadas

Alça de ligação da ERS-122 com a Rota do Sol, em Caxias, tem nova licitação Porthus Junior/Agencia RBS
Acesso atual exige que motoristas cruzem a rodovia, o que gera congestionamentos e risco de acidentes Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A construção de uma alça ligando a ERS-122 ao trecho urbano da Rota do Sol, junto à saída de Caxias do Sul para Flores da Cunha tem um novo edital de licitação. O ponto é um dos maiores gargalos rodoviários da região e costuma registrar congestionamentos e acidentes.

De acordo com Milton Cypel, diretor técnico da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), responsável pela obra, a primeira concorrência, lançada em maio, foi considerada fracassada após as duas empresas candidatas terem sido desclassificadas. As propostas foram conhecidas em junho e foram rejeitadas porque as empresas não cumpriram itens previstos no edital. Em seguida, foi aberto prazo para recursos e o último foi julgado no início de agosto. 

Com as negativas, um novo certame foi lançado no dia 20 de agosto com abertura das propostas prevista para esta quarta-feira. Após contestações de algumas empresas, porém, a data foi remarcada para 1º de outubro. Apesar do processo burocrático ter atrasado, Cypel acredita que as obras possam começar ainda em 2018, caso os trâmites transcorram normalmente.

Atualmente, quem segue de Flores da Cunha para Farroupilha e Porto Alegre precisa passar por baixo do viaduto do trecho urbano da Rota do Sol, próximo à Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca). Em seguida, é preciso contornar uma rotatória e acessar a Rota do Sol. Com a alça, será possível sair da RS-122 e acessar diretamente a rodovia em direção a Farroupilha. A obra está orçada em R$ 1,8 milhão e a previsão é que o trabalho dure cerca de 90 dias.

Leia mais:
Ordem de início para reconstrução de asilo em Vacaria será assinada na próxima semana
Jovem é preso em flagrante por roubo a mão armada em Canela

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros