Sem concretização de venda, hospital de Gramado tem intervenção pública prorrogada - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Saúde 23/08/2018 | 13h46Atualizada em 23/08/2018 | 13h46

Sem concretização de venda, hospital de Gramado tem intervenção pública prorrogada

Ideia é rever valores de contratos e ampliar serviços

Sem concretização de venda, hospital de Gramado tem intervenção pública prorrogada Felipe Nyland/Agencia RBS
Intervenção iniciou em fevereiro de 2016 Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A intervenção administrativa da prefeitura de Gramado no Hospital Arcanjo São Miguel foi renovada por seis meses. Até 17 de fevereiro do ano que vem, a instituição continuará sendo gerida por uma comissão, por meio de um interventor nomeado pela administração municipal. A intervenção iniciou em 29 de fevereiro de 2016.

Em nota, o prefeito João Alfredo Bertolucci, o Fedoca, disse que "enquanto não houver a transmissão da propriedade do imóvel para uma instituição idônea, nós vamos mantê-la porque achamos que é o caminho menos oneroso e mais eficaz para a sociedade". No entanto, ele destacou que, caso ocorra a venda para uma instituição que considerar apta, a intervenção pode ser encerrada.

Em julho, uma negociação com a Associação Beneficência São Miguel veio a público, mas o negócio não se concretizou. O interventor Paulo Rogério Sá de Oliveira afirma que há outras entidades interessadas na compra do hospital. 

De acordo com ele, com a renovação da intervenção, serão revistos valores de contratos com fornecedores e prestadores de serviços. A ideia também é ampliar serviços do hospital, o que está em negociação com o Estado. 

Leia também
Festival de Gramado: Daniel Oliveira é atração nesta quinta
Construtoras de loteamentos terão que instalar placas com nomes das ruas em Caxias

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros