Prefeitura de Canela retira de votação projeto que privatizaria Parque do Palácio - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Polêmica11/08/2018 | 09h22Atualizada em 11/08/2018 | 09h24

Prefeitura de Canela retira de votação projeto que privatizaria Parque do Palácio

Prefeito dá 120 dias para que defensores da área criem projeto de uso

Prefeitura de Canela retira de votação projeto que privatizaria Parque do Palácio Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A prefeitura de Canela retirou da votação da Câmara de Vereadores o projeto de lei que concedia o uso do Parque do Palácio, residência oficial de verão do governador do Rio Grande do Sul, para a iniciativa privada. A retirada ocorreu na noite da sexta-feira, e o projeto seria votado pelos vereadores na segunda-feira. Em comunicado pelas redes sociais da administração municipal, o prefeito Constantino Orsolin (PMDB) pede que o projeto não seja mais votado pela "pacificação" da cidade. Nos últimos meses, o futuro da área do Parque do Palácio dividiu a comunidade e promoveu audiência pública e mobilizações contrárias à cedência do espaço para a construção de um hotel, além do centro de convenções.

Leia mais:
Canela tem empresas interessadas em explorar parques

No comunicado, o prefeito informa que os defensores da área têm 120 dias para apresentar um projeto que contemple sustentabilidade e a instalação do centro de congressos, já que esta construção foi o pré-requisito para que o Estado cedesse o espaço à prefeitura, em 2010, na gestão de Yeda Crusius (PSDB). 

"Estamos agora abrindo o espaço e dando a oportunidade para que os defensores do Parque do Palácio, para que estas lideranças e estes jovens, num prazo de 120 dias nos apresentem um projeto, uma alternativa concreta de sustentabilidade para aquela área, vinculada a instalação do centro de convenções e congressos, tal qual como o compromisso que o Estado do Rio Grande do Sul nos impôs e claro, sem custos ao município, como estávamos a pensar e propor", afirma em parte do comunicado.


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros