Gramado planeja transferir prefeitura de endereço em até cinco anos - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Descentralização de serviços21/08/2018 | 14h40Atualizada em 21/08/2018 | 14h40

Gramado planeja transferir prefeitura de endereço em até cinco anos

Nova sede administrativa será construída na Avenida das Hortênsias, na entrada da cidade

Gramado planeja transferir prefeitura de endereço em até cinco anos Prefeitura de Gramado/Divulgação
Atual prédio fica no centro da cidade Foto: Prefeitura de Gramado / Divulgação

A prefeitura de Gramado pretende transferir o centro administrativo do município para outro endereço em até cinco anos. A nova sede, que ainda será construída, vai ficar no terreno da antiga rádio Excelsior, na Avenida das Hortênsias, entre os bairros Planalto e Prinstrop. O endereço fica na entrada da cidade, pouco depois do pórtico, para quem segue em direção ao Centro.

A medida faz parte da Agenda de Desenvolvimento Estratégico, elaborada juntamente com o Plano Municipal de Mobilidade Urbana, para projetar o município para os próximos 20 a 30 anos. De acordo com o secretário de Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil, Jeferson Luiz Beyer Zatti, foi constatado que Gramado é uma cidade muito centralizada. Por isso, a instalação de repartições públicas em outros pontos da cidade deve contribuir para melhorar a mobilidade da cidade, especialmente no Centro, além de incentivar a criação de estabelecimentos privados nos bairros.

— Somente a prefeitura tem de 300 a 400 funcionários, mais o fluxo da população que precisa dos serviços. Ela traz um desconforto muito grande; por isso, a estratégia de retirá-la, assim como, a longo prazo, o hospital e as escolas. É uma discussão bastante ampla, não estamos falando só de Plano de Mobilidade ou Plano Diretor — explica Zatti.

Embora o prazo máximo previsto no plano para a transferência da prefeitura seja de cinco anos, o município pretende fazer a mudança em cerca de três anos. Já o hospital e as escolas do centro têm prazo previsto de 10 anos para a mudança, mas dependem de negociação com os proprietários, já que são estabelecimentos privados.

A expectativa é que as primeiras mudanças na cidade sejam sentidas a partir do ano que vem, com a modificação do trânsito em algumas ruas do Centro. As medidas dependem da aprovação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, que tem previsão de ser votado até o fim do ano na Câmara de Vereadores.

Leia também:
BM prende quatro homens com carro furtado em Bento Gonçalves
Mirante: vereadora Paula Ioris, de Caxias, vai se licenciar do mandato por um mês

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros