Fim de semana com chance de vendaval e neve: entenda a previsão para a Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Friaca!24/08/2018 | 18h54Atualizada em 24/08/2018 | 18h54

Fim de semana com chance de vendaval e neve: entenda a previsão para a Serra

Nova onda de frio deve provocar geada no amanhecer do domingo

Fim de semana com chance de vendaval e neve: entenda a previsão para a Serra Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Ainda que a chance de vendaval e temporal persista ao longo da manhã deste sábado em todo o Estado, o que deve predominar neste fim de semana são temperaturas baixas e com aparição de geada, principalmente na Serra Gaúcha. Segundo a Somar Meteorologia, há também possibilidade de chuva congelada ou de neve, que poderia aparecer nas primeiras horas de domingo. 

Ventos fortes com rajadas de até 90 km/h e a ocorrência de granizo foram registrados em diversas cidades na sexta-feira. Em Bento Gonçalves, houve destelhamento de casas nos bairros Borgo e Humaitá na parte da tarde. Em Vacaria, houve queda de granizo forte por volta das 7h. A situação de alerta deve permanecer nas primeiras horas do sábado, segundo o coordenador-adjunto da Defesa Civil de Caxias, sargento Cristiano Becker da Silva. O fim de semana gelado no Rio Grande do Sul deve se intensificar a partir da tarde do sábado. Isso porque a chuva deve dar trégua, dando espaço a uma das ondas de frio mais fortes deste inverno, já que ainda não houve registro de temperatura negativa em Caxias do Sul. Caso se confirmar a previsão da Somar Meteorologia, os termômetros podem chegar a -1ºC entre a noite do sábado e a manhã do domingo, com a mesma previsão para a região dos Campos de Cima da Serra. A expectativa é que o frio permaneça até terça-feira, quando a chuva volta com força. 

— A previsão de chuva segue nas primeiras horas do sábado, com chuva mais intensa pela manhã, diminuindo à tarde e à noite o tempo firma. Só que com esse sistema, há uma queda intensa na temperatura, que deixa a temperatura abaixo da casa dos 10ºC por alguns dias — explica o meteorologista Caio Guerra de Oliveira, da Somar.

Com a chuva voltando na quarta-feira e permanecendo até o próximo domingo, agosto caracteriza-se como um mês de frio e bastante umidade. A mínima do inverno em Caxias do Sul foi de 3,2ºC, registrada em 10 de agosto. Ainda que a chuva tenha aparecido em pelo menos 11 dos 24 dias contabilizados até ontem, o índice pluviométrico aponta que choveu, inclusive, menos que a média histórica de agosto. Isto porque foram 105 milímetros acumulados, diante dos 145 milímetros que costumam aparecer durante este mês. No entanto, a umidade do ar beirou os 100% em pelo menos 14 dias - o que contribui para que janelas e paredes molhadas, além do pisos mais escorregadios.

E engana-se quem imagina que esta é a última onda de frio do inverno, que acaba dia 22 de setembro: o fim da primeira quinzena de setembro deve, novamente, registrar temperaturas negativas. 

 Leia também
Quanta Propaganda, de Caxias, amplia número de clientes
O drama de quem comprou sua casa e não recebeu 
Entre ausências e retornos, time do Juventude será definido nesta sexta-feira
Não é só tráfico: facção também mira jogos e prostituição em Gramado e Canela  


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros