Campanha arrecada recursos para paciente com câncer em Caxias   - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Solidariedade 28/08/2018 | 15h44Atualizada em 02/09/2018 | 09h18

Campanha arrecada recursos para paciente com câncer em Caxias  

Dona de casa precisa de ajudar para seguir tratamento com medicação que custa cerca de R$ 18 mil 

Campanha arrecada recursos para paciente com câncer em Caxias   Acervo Pessoal/Facebook
Dilsa Demétrio Ribeiro, 30 anos, criou uma campanha online para arrecadar recursos e conseguir seguir o tratamento contra o câncer Foto: Acervo Pessoal / Facebook

Diagnosticada com linfoma Hodgkin estágio IV em 2014, que é uma forma de câncer que se origina nos linfonodos (gânglios) do sistema linfático, a dona de casa Dilsa Demétrio Ribeiro, 30 anos, criou uma campanha online para arrecadar recursos e conseguir seguir o tratamento contra a doença.

Leia mais:
Paciente com câncer luta para conseguir medicação em Caxias 

 Ela enfrenta uma luta desesperada contra o tempo em busca de mais dez ampolas do medicamento Brentuximab Vedotin, que pode amenizar a dor e permitir que ela viva melhor. Como o custo do produto é alto e ele não é fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) - cada ampola custa cerca de R$ 18 mil e, para cada ciclo, são necessárias duas ampolas - ela entrou na Justiça em busca da medicação. No entanto, a esperança se tornou um pesadelo:

— Eu recebi seis aplicações da medicação e estava feliz da vida que ia seguir o tão esperado medicamento, mas infelizmente somos vistos como estatística e não como seres humanos em busca de seu direito à vida. Fiquei esperando seis meses para receber mais medição, nesse tempo, o câncer podia se apoderar tranquilamente do meu corpo e foi o que aconteceu, a doença progrediu. O medo de ter que esperar novamente e não dar mais tempo, está grande. Ainda faltam mais cinco aplicações(10 ampolas) e não posso esperar. Qualquer ajuda faz a diferença na minha vida. 

Com a interrupção do tratamento, o estado de saúde de Dilsa tem piorado. O Brentuximab Vedotin é importado e apresenta resultados positivos em pacientes com câncer recidivo, ou seja, quando a doença retorna após um primeiro tratamento. Ela enfrentou sessões de quimioterapia e um transplante de medula óssea autólogo (tratamento com células da própria paciente). Um ano e meio depois, exames indicaram que a doença voltou, e o médico indicou o tratamento com o Brentuximab. 

Ela conta que no tempo em que ficou sem o remédio, a angústia e as dores aumentaram: 

— Senti muita dor e minhas chances de vencer o câncer diminuíram a cada dia. Preciso de ajuda para vencer o câncer e completar o tratamento - desabafa Dilsa. 

COMO AJUDAR

* As doações podem ser realizadas no link da campanha virtual: www.vakinha.com.br/vaquinha/compra-de-medicamento-dilsa-Demétrio-ribeiro

* Caso prefira depósito ou transferência as doações podem ser feitas na Caixa Econômica Federal em nome de Dilsa Demétrio Ribeiro. Os dados são os seguintes:

Agência: 1589
Conta:  00065114-0
Operação:  013
CPF: 02448075077

Leia mais:
Buracos, pedras soltas e desnível em pátio de escola de Caxias colocam alunos em risco
Um ano depois, loteamento popular de Caxias segue sem acesso a serviços básicos
Cinco são presos em operação contra exploração sexual de crianças e adolescentes em Jaquirana


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros