Veado que foi atropelado na Rota está de volta à natureza - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Meio Ambiente 14/07/2018 | 11h00Atualizada em 14/07/2018 | 12h50

Veado que foi atropelado na Rota está de volta à natureza

Ele chegou em estado grave ao Gramadozoo, mas conseguiu se reabilitar aos poucos

Veado que foi atropelado na Rota está de volta à natureza Halder Ramos,Gramadozoo/Divulgação
Foto: Halder Ramos,Gramadozoo / Divulgação

Lembram do veado catingueiro atropelado na Rota do Sol no dia 3 de junho, que percorreu carca de 20 quilômetros preso nas ferragens do veículo que o atropelou? Ele já se encontra reabilitado depois de uma temporada no Gramadozoo (na foto), levado que foi para o Hospital Veterinário do local. E agora, foi solto de volta na natureza.

—  Ele chegou em estado bem grave, mas não tinha fratura óssea. Fizemos a medicação e o colocamos em repouso — recorda o veterinário Renan Alves Stadler, do Gramadozoo.

O veado permaneceu deitado nos dois primeiros dias, quando recebeu, além de soro, analgésicos para aliviar a dor.

— Ele não levantava. Nós fazíamos soro na veia e o alimentávamos com uma alimentação especial, que tinha couve, pasto e suplementos — diz Stadler.

O paciente foi recuperando as forças aos poucos e logo ficou sobre as quatro patas. Com a recuperação plena, ficou apto para voltar ao habitat natural. Equipes do Gramadozoo e da Secretaria do Meio Ambiente do Estado já fizeram a soltura do animal. O local e a data não foram divulgados para preservar o cervídeo.

O Gramadozoo pretende usar o caso de sucesso da reabilitação do veado catingueiro para criar uma campanha de conscientização para a redução do número de atropelamentos de animais nas estradas brasileiras.

Leia também:
 
Prefeitura anuncia construção de Plantão Pediátrico 24 Horas em Caxias
Morre esposa de Régis Conte, ex-superintendente do jornal Pioneiro

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros