Empresa diz que elevadores em ônibus de Caxias podem ter estragado após vistoria - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Acessibilidade27/07/2018 | 15h02Atualizada em 27/07/2018 | 15h02

Empresa diz que elevadores em ônibus de Caxias podem ter estragado após vistoria

Verificação da prefeitura na semana passada apontou problemas no equipamento de 18 veículos

Empresa diz que elevadores em ônibus de Caxias podem ter estragado após vistoria Leonardo Portella/Divulgação
Fiscalização encontrou problemas em 18 elevadores Foto: Leonardo Portella / Divulgação

A empresa Inspekar, responsável pela vistoria semestral dos ônibus do transporte coletivo de Caxias do Sul, disse que os 18 elevadores defeituosos identificados pela Secretaria de Trânsito na semana passada podem ter estragado após a vistoria. A empresa entregou na manhã desta sexta um relatório das inspeções realizadas durante o mês de junho, após ser notificada pelo município.

Leia mais:
Fiscalização encontra problemas em elevadores do transporte coletivo de Caxias 

De acordo com a diretora-geral da empresa, Olga Tomazi, todos os veículos foram inspecionados e 57 apresentaram alguma não conformidade. Ao todo, são 320. Dos 18 que apresentaram defeitos nos elevadores, 10 tiveram algum problema identificado durante a vistoria, não necessariamente relacionados às plataformas. A verificação dos fiscais do município, no entanto, ocorreu somente entre os dias 15 e 19 deste mês.

De acordo com o secretário de Trânsito, Cristiano de Abreu Soares, a notificação da Inspekar ocorreu para verificar exatamente qual era o problema e se os ônibus haviam sido, de fato, vistoriados. O próximo passo, segundo ele, é notificar a Visate para que garanta o funcionamento permanente das plataformas e motoristas capacitados para operá-las.

— Elevador deve ser como qualquer item de segurança, tem que fazer parte do checklist diário. É como a porta do ônibus — ressalta.

Como a constatação dos defeitos nos 18 ônibus ocorreu em teste realizados na garagem da Visate, não foram aplicadas penalidades à concessionária. Agora, no entanto, a fiscalização deve ser reforçada nas ruas e, se algum problema for encontrado, a empresa pode ser autuada. 

Quem identificar problemas também pode relatar ao município por meio do Alô Caxias, no telefone 156, informando o prefixo do ônibus. Conforme o secretário, todos os ônibus que apresentaram defeito nos elevadores já foram consertados e operam normalmente.

Leia também:
Câmara de Vereadores de Caxias aprova projeto "Reciclagem na escola tem valor"
Após Cúpula do Brics, Temer desembarca em Brasília na noite desta sexta-feira

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros