Cobertura vacinal contra a poliomielite diminui em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Paralisia Infantil07/07/2018 | 10h37

Cobertura vacinal contra a poliomielite diminui em Caxias do Sul

Dados da Secretaria Municipal da Saúde mostram que 85% da população alvo foi imunizada em 2017

Cobertura vacinal contra a poliomielite diminui em Caxias do Sul Roberto Scola/Agencia RBS
Em 2017, foram 25.775 doses aplicadas contra 32.502 vacinas no ano anterior Foto: Roberto Scola / Agencia RBS

A cobertura vacinal contra a poliomielite foi de 85% em Caxias do Sul no ano passado. O percentual é menor que o de 2016, quando foi de 97%. Os dados são da Secretaria Municipal da Saúde. 

Em 2017, foram  25.775 doses aplicadas, contra 32.502 vacinas no ano anterior. Os números incluem as injetáveis em bebês de 2, 4 e 6 meses e a gotinha para crianças de 1, 3 e 4 anos. Neste ano, foram 10.134 aplicações até agora - isso significa menos da metade das doses de todo o ano passado.

A diretora da Vigilância em Saúde de Caxias, Maria Ignez Bertelli, diz que diversos motivos colaboram para a redução na cobertura de vacinação. Entre eles, a médica cita períodos de falta da doses no ano passado e o fim da campanha voltada especificamente para vacinação contra a paralisia infantil. 

A poliomielite está erradicada no Brasil desde 1990. Esse fator também contribui para a desmobilização da população, considera a diretora da Vigilância em Saúde.

— Com a globalização e o alto fluxo migratório, (a circulação do vírus) preocupa — salienta a médica. 

Maria Ignez explica que a recomendação é que os pais mantenham a carteira de vacinação em dia. Segundo ela, há doses disponíveis na rede pública de saúde.

Conforme Marta Miranda, do setor de Epidemiologia da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, os municípios da Serra estão abastecidos. Mesmo assim, uma lista do Ministério da Saúde coloca dois municípios da Serra com cobertura vacinal abaixo de 50% no ano passado.

Em Bento Gonçalves, a Secretaria Municipal da Saúde contesta e diz que 92% foram imunizados (em vez de 33,52%). O setor de imunização acredita que existe algum erro no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (Sipni), para o qual o município migrou recentemente. 

Já em Monte Belo do Sul, a secretária da Saúde, Ana Maria Somensi Bruschi, afirma que é comum que os pacientes façam a vacina em Bento Gonçalves. Segundo ela, grande parte da população tem plano de saúde e vai a consultas pediátricas no município vizinho, aproveitando este momento para fazer a imunização na rede particular. A secretária afirma ainda que equipes fazem o acompanhamento permanente da carteira de vacinação das crianças em Monte Belo do Sul. 

Leia também
Campanha para prevenir o consumo de bebidas na adolescência começa na próxima semana, em Caxias
Revisão do Plano Diretor de Caxias altera projetos de construção de estações de ônibus
Menina que doou cabelo para crianças com câncer é convidada especial de formatura do Proerd em Farroupilha 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros