Venda de gás deve normalizar somente na sexta-feira em Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Reabastecimento04/06/2018 | 10h58Atualizada em 04/06/2018 | 10h58

Venda de gás deve normalizar somente na sexta-feira em Caxias

Previsão é de duas distribuidoras de gás da cidade

Venda de gás deve normalizar somente na sexta-feira em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro

A situação da venda de gás de cozinha ainda estava comprometida na manhã desta segunda-feira, em Caxias do Sul. Apesar das revendas receberem diariamente caminhões com gás, algumas cargas ainda estão com atraso. Além disso, a crescente procura dos consumidores devido ao medo de novas paralisações também contribui para que as revendas não consigam dar conta da demanda. O Pioneiro contatou duas distribuidoras de gás na cidade para avaliar a situação.

A LiberGás, localizada no Desvio Rizzo, recebeu uma carga de 700 botijões na tarde do último domingo, mas já não tinha estoque na manhã desta segunda-feira. A estimativa é que a próxima carga chegue até o final da tarde, quando a venda poderá ser retomada. 

— Recebemos cerca de 700 gás P13 por dia, mas a demanda está em 1400 unidades/dia. Tem muita gente que não precisa do gás, mas está fazendo estoque — explica Carmo Waechqer, sócio-gerente da LiberGás. 

Com a greve, a distribuidora está com cerca de 10 cargas de gás atrasadas. Normalmente, a Libergás recebe 2 caminhões por dia vindo de Canoas. Atualmente, a defasagem de estoque varia de 60 a 70 toneladas. Segundo Daniel Galimberti, também sócio-proprietário, a expectativa é que a situação normalize somente na sexta-feira. 

Na Pense Gás, localizada no bairro Santa Catarina, a situação é semelhante. Segundo Marcos Rogerio Galimberti, diretor da distribuidora, a venda de P13 ainda pode ser realizada na portaria da empresa, mas as tele-entregas para o gás residencial estão interrompidas temporariamente. 

— Precisamos normalizar a chegada do gás, mas está chegando em média 3000 mil por dia e demanda está atípica. O fato de termos ficado uma semana sem trabalhar, somado às notícias falsas de uma nova paralisação, faz com que todo mundo busque fazer estoque. Até tentamos conversar com o público e explicar a situação, mas é difícil. 

Rogerio também afirma que a situação deve normalizar entre quinta e sexta-feira. Se o frio continuar na Serra, a previsão é de que aumenta ainda mais a demanda. Na tarde desta segunda-feira, a Pense Gás deve receber outra carga com gás. 

Ainda segundo a Pense Gás, a distribuição de gás para condomínios e indústrias já está normalizada e não deve mais sofrer atrasos. 

Leia também:
Prestes a completar 75 anos, dom Alessandro Ruffinoni encaminha aposentadoria ao Vaticano 
Prefeito eleito neste domingo terá de esperar para assumir o cargo
Desaparecimento de três homens em Vacaria completa 60 dias
Pedidos de intervenção militar são limitados à falta de conhecimento, diz doutor em História do Brasil

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros