Temporais provocam destelhamentos, queda de árvores e bloqueio de rodovias na Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Mau tempo11/06/2018 | 08h18Atualizada em 11/06/2018 | 11h17

Temporais provocam destelhamentos, queda de árvores e bloqueio de rodovias na Serra

Bombeiros e Defesa Civil atendem chamados em Caxias do Sul, Farroupilha e São Francisco de Paula

Temporais provocam destelhamentos, queda de árvores e bloqueio de rodovias na Serra Felipe Nyland / Agência RBS/Agência RBS
Vento derruba tapumes do terreno onde será construída a loja Havan Foto: Felipe Nyland / Agência RBS / Agência RBS
GaúchaZH
GaúchaZH

Um temporal na noite deste domingo (10) provocou estragos em municípios da Serra e do Noroeste. Em Caxias do Sul, o vento forte derrubou árvores, placas, tapumes e destelhou casas. Em São Francisco de Paula, residências foram atingidas. 

Em Caxias do Sul, por volta das 21h já havia registro de quedas de árvores em diversos pontos — nas ruas Andrade Neves e Alfredo Chaves, no Centro, na Perimetral Oeste, e nos bairros Bela Vista e Reolon. No Bela Vista, uma árvore caiu sobre uma moradia. No Reolon, o mau tempo provocou queda de energia. Os ventos fortes causaram estragos principalmente nos bairros mais altos da cidade. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as regiões do Santa Corona, São Victor Cohab, Planalto, Vila Lobos e Primeiro de Maio foram alguns dos pontos mais atingidos. Foram feitos diversos acionamentos ao Corpod e Bombeiros também na região de Galópolis. 

 O maior número de ocorrências foi por destelhamento. Muitos registros de postes envolvendo energia elétrica sobre via pública e residências, assim como relatos de árvores que caíram sobre casas. Não houve registro de pessoas feridas. No bairro Primeiro de Maio, um cachorro entrou em contato com um fio energizado e morreu.

Até por volta das 7h desta segunda-feira, o Corpo de Bombeiros confirmava pelo menos 20 chamados em Caxias. Não há relato de nenhuma via arterial como avenidas com obstrução em Caxias nesta manhã.

Na manhã desta segunda-feira, o Corpo de Bombeiros já havia realizado todas as remoções de árvores que obstruíam as pistas e distribuído lonas para proteção das casas destelhadas.

Para a remoção de fios energizados caídos ou encostados em árvores ou gradis de casas, a orientação é de que se contate a Rio Grande Energia (RGE), responsável por esse tipo de atendimento.

Em Farroupilha, árvores caíram em uma via próxima à RS-453, no acesso ao município. Já em São Francisco de Paula, casas foram destelhadas e rodovias interditadas. Houve queda de postes de luz e parte da cidade ficou sem energia elétrica. No parque onde ocorria o último dia da Festa do Pinhão, lonas foram arrancadas pela força dos ventos.

— A Defesa Civil está atendendo as casas, distribuindo lonas. Temos algumas árvores caídas. Mas, por enquanto, consideramos a situação sob controle — afirmou o prefeito Marcos Aguzzoli.

A RS-020, que liga o município a Taquara, e a RS-235, que faz a ligação com Canela, foram obstruídas pela queda de árvores. Guarnições do Corpo de Bombeiros se deslocaram para liberar as vias. Em março do ano passado, o município foi atingido por um tornado que danificou 250 casas, sendo 65 totalmente destruídas.

Leia também
Secretaria vai analisar proposta de instalação de ciclofaixa junto a corredores de ônibus em Caxias
União das Associações de Bairros de Caxias quer CPI para investigar Chico Guerra 
Falta de mobilização de ciclistas e de avanços do governo travam desenvolvimento cicloviário em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros