Quarta tentativa de leilão de imóveis de Bento terá possibilidade de parcelamento - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

19 terrenos28/06/2018 | 10h40Atualizada em 28/06/2018 | 10h40

Quarta tentativa de leilão de imóveis de Bento terá possibilidade de parcelamento

Próximo leilão foi marcado para o dia 31 de julho

Quarta tentativa de leilão de imóveis de Bento terá possibilidade de parcelamento Gustavo Bottega/Prefeitura de Bento Gonçalves, divulgação
Segundo o secretário de Governo, Diogo Siqueira, o município tem em torno de 600 terrenos baldios Foto: Gustavo Bottega / Prefeitura de Bento Gonçalves, divulgação

A prefeitura de Bento Gonçalves tentará novamente vender 19 terrenos baldios espalhados pelo município em leilão no dia 31 de julho. Em três tentativas anteriores, desde o final de 2017, foram vendidos apenas dois de um total de 21 colocados à venda. 

Desta vez, conforme o secretário adjunto de Finanças, Heitor Tartaro, foi aberta a possibilidade de parcelamento. Os 19 terrenos estão avaliados, ao todo, em R$ 3,5 milhões.

Segundo o secretário de Governo de Bento Gonçalves, Diogo Siqueira, o município tem em torno de 600 terrenos baldios, provenientes de pagamentos de multas ou dívidas, compensação dada por construtoras devido a edificações maiores do que o índice previsto em determinadas regiões da cidade, reserva obrigatória de terrenos para o poder público em loteamentos novos, entre outros motivos. 

— São terrenos que a prefeitura tem que conservar, fazer roçada e limpeza - comenta Siqueira, sobre os custos com que o município arca.

Tartaro explica que a avaliação dos terrenos é feita por uma comissão composta por dois engenheiros e uma arquiteta, todos servidores públicos. Não há uma previsão exata de novos leilões, segundo o secretário, porque isso depende do trabalho da comissão, e os terrenos podem ser levados a leilão na medida em que têm a avaliação realizada. 

Entre os critérios para levar um terreno a leilão, conforme Tartaro, está a necessidade ou não de ele poder ser utilizado para instalação de um equipamento público, como uma escola ou posto de saúde. Se já há algum desses serviços nas proximidades, a chance de o imóvel ser posto à venda é maior, por exemplo.

Leia também:
Pessoas com menos de 60 anos podem antecipar o saque do PIS/Pasep até sexta-feira
"Não devolve o carro. Só faz o imaginário e pega o dinheiro", explica preso em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros