Plano Diretor de Caxias volta a ser analisado pela prefeitura - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Novas regras12/06/2018 | 09h44Atualizada em 12/06/2018 | 09h45

Plano Diretor de Caxias volta a ser analisado pela prefeitura

De acordo com a Secretaria de Planejamento, foram apresentadas 139 peças com propostas da comunidade ao projeto original

Plano Diretor de Caxias volta a ser analisado pela prefeitura Porthus Junior/Agencia RBS
Limite previsto para área do terreno que pode ser ocupada com construções é um dos itens polêmicos do novo plano diretor de Caxias Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Com polêmica envolvendo a área permitida para construções em bairros de Caxias do Sul, o projeto de revisão do Plano Diretor do município voltou para a prefeitura. De acordo com a Secretaria de Planejamento, 27 emendas, 91 documentos externos e 21 ofícios foram apresentados na Câmara de Vereadores. Essas sugestões foram encaminhadas pela Câmara ao Executivo para análise técnica.

Um dos itens que mais causam polêmica é o da área limite para construções em cada terreno prevista no projeto original da prefeitura na chamada Zona Residencial 4 (ZR4), na margem externa do anel perimetral. Segundo Idair Moschen, assessor da Comissão de Desenvolvimento Urbano, Transporte e Habitação (CDUTH), o projeto prevê um índice construtivo de 1,5 nessa Zona, que abrange bairros onde o limite previsto atualmente é de 2,4.

A Comissão era presidida pelo vereador Elói Frizzo (PSB), que deixou a Câmara para assumir um cargo no Governo do Estado na última semana. O novo presidente será o vereador Edi Carlos, também do PSB, que diz que cabe ao Executivo fazer a análise técnica das propostas recebidas na Câmara, e acredita que vá demorar para o texto retornar da prefeitura devido ao alto número de sugestões a serem analisadas.

O novo Plano Diretor deveria entrar em vigor em 2017, já que o atual é de 2007 e fechou dez anos no ano passado. A prefeitura entregou o projeto de revisão à Câmara no final do último ano.

O vereador Gustavo Toigo (PDT), que integra a Comissão, afirma que, enquanto a prefeitura trabalha em cima das propostas, os vereadores da CDUTH analisarão os 16 anexos do projeto original de revisão do Plano Diretor, com os respectivos mapas e tabela de parâmetros de construção. O projeto original, incluindo os anexos e o mapeamento das zonas, pode ser conferido no site da prefeitura de Caxias.

Conforme Toigo, a Comissão ainda irá avaliar se encaminha as 27 emendas apresentadas por vereadores junto com o texto original ou se buscará incluir as propostas recebidas em um substitutivo ao texto inicial encaminhado pelo município.

O texto que for aprovado nessa Comissão irá para análise jurídica da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação (CCJL). Depois, será novamente apreciado pela CDUTH para avaliação do mérito. A partir daí, o projeto poderá ser pautado para discussão e votação em plenário.

Leia também
Lourdes Curra autografa quinta, em Caxias, livro sobre a saga de um xavante
Réu é julgado por homicídio que motivou outras duas mortes em Caxias do Sul
Sesc de Bento Gonçalves promove mostra com filmes do cineasta Ingmar Bergman

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros