Plano Diretor de Caxias volta a ser analisado pela prefeitura - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Novas regras12/06/2018 | 09h44Atualizada em 12/06/2018 | 09h45

Plano Diretor de Caxias volta a ser analisado pela prefeitura

De acordo com a Secretaria de Planejamento, foram apresentadas 139 peças com propostas da comunidade ao projeto original

Plano Diretor de Caxias volta a ser analisado pela prefeitura Porthus Junior/Agencia RBS
Limite previsto para área do terreno que pode ser ocupada com construções é um dos itens polêmicos do novo plano diretor de Caxias Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Com polêmica envolvendo a área permitida para construções em bairros de Caxias do Sul, o projeto de revisão do Plano Diretor do município voltou para a prefeitura. De acordo com a Secretaria de Planejamento, 27 emendas, 91 documentos externos e 21 ofícios foram apresentados na Câmara de Vereadores. Essas sugestões foram encaminhadas pela Câmara ao Executivo para análise técnica.

Um dos itens que mais causam polêmica é o da área limite para construções em cada terreno prevista no projeto original da prefeitura na chamada Zona Residencial 4 (ZR4), na margem externa do anel perimetral. Segundo Idair Moschen, assessor da Comissão de Desenvolvimento Urbano, Transporte e Habitação (CDUTH), o projeto prevê um índice construtivo de 1,5 nessa Zona, que abrange bairros onde o limite previsto atualmente é de 2,4.

A Comissão era presidida pelo vereador Elói Frizzo (PSB), que deixou a Câmara para assumir um cargo no Governo do Estado na última semana. O novo presidente será o vereador Edi Carlos, também do PSB, que diz que cabe ao Executivo fazer a análise técnica das propostas recebidas na Câmara, e acredita que vá demorar para o texto retornar da prefeitura devido ao alto número de sugestões a serem analisadas.

O novo Plano Diretor deveria entrar em vigor em 2017, já que o atual é de 2007 e fechou dez anos no ano passado. A prefeitura entregou o projeto de revisão à Câmara no final do último ano.

O vereador Gustavo Toigo (PDT), que integra a Comissão, afirma que, enquanto a prefeitura trabalha em cima das propostas, os vereadores da CDUTH analisarão os 16 anexos do projeto original de revisão do Plano Diretor, com os respectivos mapas e tabela de parâmetros de construção. O projeto original, incluindo os anexos e o mapeamento das zonas, pode ser conferido no site da prefeitura de Caxias.

Conforme Toigo, a Comissão ainda irá avaliar se encaminha as 27 emendas apresentadas por vereadores junto com o texto original ou se buscará incluir as propostas recebidas em um substitutivo ao texto inicial encaminhado pelo município.

O texto que for aprovado nessa Comissão irá para análise jurídica da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação (CCJL). Depois, será novamente apreciado pela CDUTH para avaliação do mérito. A partir daí, o projeto poderá ser pautado para discussão e votação em plenário.

Leia também
Lourdes Curra autografa quinta, em Caxias, livro sobre a saga de um xavante
Réu é julgado por homicídio que motivou outras duas mortes em Caxias do Sul
Sesc de Bento Gonçalves promove mostra com filmes do cineasta Ingmar Bergman

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros