Inverno começa com previsão de tempo seco e pouca chance de neve na Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Previsão21/06/2018 | 07h20Atualizada em 22/06/2018 | 14h12

Inverno começa com previsão de tempo seco e pouca chance de neve na Serra

Veja dicas de como manter-se saudável na estação mais fria 

Inverno começa com previsão de tempo seco e pouca chance de neve na Serra Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Estação que melhor define e apresenta a Serra país afora, o inverno começa oficialmente desta quinta-feira às 7h07min (horário de Brasília). A estação influencia bastante o comportamento do povo do Sul: dita a forma de vestir, de se relacionar, alimentar-se e, claro, é quando os moradores comparam registros de temperatura mínima para se gabar que em sua cidade fez mais frio que na do outro. 

Além disso, há festas promovidas por municípios que se dedicam a exibir o melhor da gastronomia aos convidados. Mas o inverno é também o período em que as pessoas que vivem nas ruas sofrem mais e quando a população padece de doenças típicas como gripes e resfriados. 

A meteorologia aponta um inverno de tempo mais seco, com menos chuva. Mesmo assim, o pneumologista Luciano Bauer Grohs afirma que a oscilação de temperatura é o que mais impacta na condição de saúde dos caxienses.

– A variação climática quase que diária é o maior problema. Uma hora está frio e quando vê, esquentou. O corpo tolera um dia frio. O que ele não consegue lidar bem são estas variações tão frequentes. E o agravante é que Caxias não é uma cidade preparada para o frio – avalia o médico.

A falta de preparo que o médico se refere vai desde a falta de estacionamentos cobertos em mercados, restaurantes e centros de compras e calefação nos ambientes de uso comum  até detalhes simples: as portas de grande parte dos estabelecimentos não vedam corretamente a passagem de vento. Por isso, é importante ficar atento a dicas para preservar a saúde, como se manter hidratado, o ano todo. Outro conselho do especialista é evitar procurar serviços de pronto-atendimento ao sentir mal-estar em função de uma gripe. O médico, que também é o representante do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers), afirma que o ideal é procurar as unidades básicas de saúde (UBS) para tratar esses casos, evitando o já tumultuado serviço de urgência e emergência. 

– A época aumenta a tendência ao uso abusivo dos atendimentos emergenciais para situações que podem ser manejadas. Ir ao médico para receber analgésico e antitérmico não faz sentido, é um uso inapropriado da estrutura de emergência. Por isso, para buscar atestado que você não tem condições de trabalhar, o ideal é ir até uma UBS – sugere.

Estação será fria, mas seca

As duas últimas semanas deram uma amostra de como será o inverno: uma estação em que temperaturas baixas predominarão, mas com tempo seco, o que dá uma sensação de frio menos intenso. A estação não deve surpreender tanto nem trazer recordes históricos, como a aparição da neve. Segundo os meteorologistas, não há previsão para a aparição do fenômeno nos próximos meses. Logo de cara, a nova estação começa com temperaturas acima dos 10°C na maior parte do Estado. 

São José dos Ausentes é uma das poucas exceções onde a mínima fica abaixo desse valor: deve fazer 6°C por lá hoje. Além do clima mais ameno, o primeiro dia de inverno deve trazer pancadas de chuva para todas as regiões. Contudo, essa trégua dura pouco. No fim de semana, as temperaturas entram em declínio novamente. 

– Naturalmente, quando o outono é muito frio, o inverno não é tanto. Mas este ano tem um detalhe: todos os prognósticos apontam pouca chuva. Então, é sinal que os dias gelados serão mais frequentes – aponta o meteorologista Cléo Kuhn. 

A tendência é que julho seja o mês com temperaturas mais baixas, segundo o meteorologista Rogério Rezende, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Outro fator importante é que neste ano pode haver menos predominância de geada, quando se forma uma camada de cristais de gelo na superfície ou na folhagem exposta devido à queda de temperatura. O motivo será a ocorrência de vento, que dificulta a formação do fenômeno.

O QUE VEM POR AÍ

:: Julho: Mês mais frio do inverno, podendo as temperaturas ficarem abaixo da média.

:: Agosto: temperaturas acima do normal, ou seja, pode ocorrer um veranico

:: Setembro: temperaturas na média, sem ocorrências de frio intenso.

:: Na região Sul, haverá pouca chuva e frio úmido. O inverno deve ter poucos episódios de geada, e a chance de neve é pequena.

* Fonte: Climatempo

Mantenha-se saudável

Limpe o nariz diariamente

O cuidado de limpar o nariz deve ser diário. Mesmo fora do inverno e dos momentos de crise, o hábito ajuda na prevenção de gripes, resfriados e alergias. Para isso, aposte em soluções salinas 0,9%, disponíveis nas versões spray e jato contínuo. Feita pela manhã e à noite, a limpeza é capaz de reduzir em até 40% a incidência de gripes e resfriados.

 Aposte no álcool gel

O frio aumenta as aglomerações de pessoas em locais fechados, possibilitando a proliferação de doenças respiratórias. Além disso, a circulação de vírus causadores de gripes e resfriados aumenta nessa época do ano. Para se proteger nesses momentos, carregue o álcool gel para a assepsia das mãos quando não for possível lavá-las.

Imunizações em dia

Além de todas as medidas de assepsia, é importante manter as imunizações atualizadas, principalmente no caso de crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas. A vacina contra a gripe deve ser tomada anualmente. Ela está disponível nas versões trivalente e quadrivalente, com proteção contra os vírus H1N1, H3N2 Singapore, influenza B e linhagem Victoria, além de influenza B Yamagata (no caso da quadrivalente).

Hidratar é importante

No inverno, o ar fica mais seco, interferindo nos mecanismos  de defesa do nariz. Para evitar a desidratação e fechar o ciclo da saúde nasal, aposte em um gel hidratante apropriado para o nariz sempre que houver sensação de ressecamento.

 Olho na alimentação

No inverno o apetite aumenta e, muitas vezes, descuidamos do que colocamos no prato. Para manter a saúde blindada, mantenha uma dieta balanceada e invista em alimentos como cereais integrais, castanha-do-pará, carnes, linhaça e peixes como salmão, atum e sardinha, que são ricos em nutrientes que ajudam no fortalecimento da imunidade.

Beba água

O tempo frio pode reduzir a sede, mas, para manter a saúde em dia, é importante garantir a hidratação adequada mesmo durante o inverno. A ingestão de pelo menos dois litros diários de água ajuda a manter a secreção nasal mais fluida, auxiliando na prevenção de infecções comuns dessa época do ano.

 Leia também
Caxias do Sul abre 742 postos de trabalho em maio, segundo o Caged
Foragido morre ao ser baleado pela Brigada Militar no bairro Bela Vista, em Caxias 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros