Funcionários do HG cobram segurança próximo ao hospital em Caxias  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Segurança 06/06/2018 | 20h49Atualizada em 06/06/2018 | 20h53

Funcionários do HG cobram segurança próximo ao hospital em Caxias 

Equipe, médicos e residentes assinaram o abaixo-assinado em busca de reforço do policiamento

Funcionários do HG cobram segurança próximo ao hospital em Caxias  Daniel Corrêa / Divulgação/Divulgação
Ofício com 800 assinaturas solicita ações de patrulhamento próximo ao Hospital Geral Foto: Daniel Corrêa / Divulgação / Divulgação

A insegurança no entorno do Hospital Geral, em Caxias do Sul, motivou a criação de um ofício com 800 assinaturas solicitando ações de patrulhamento ao comando do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM). O documento foi entregue por representantes dos funcionários do HG ao tenente-coronel Jorge Emerson Ribas, em reunião na tarde desta quarta-feira. O encontro foi intermediado pelo vereador Rafael Bueno (PDT). 

Funcionários, médicos e residentes assinaram o abaixo-assinado em busca de reforço do policiamento. A técnica em enfermagem Elisa Telles, que também é diretora do sindicato dos servidores da saúde (Sindisaúde), conta que o índice de assaltos, roubos de carro, arrombamentos e furtos tem crescido a cada dia, mas a agressão a uma colega após um assalto foi a gota d'água da sensação de insegurança: 

— Há pouco mais de um mês, uma colega nossa foi abordada e agredida com um soco no rosto. O golpe foi tão forte que ela caiu no chão e precisou ficar afastada por pelo menos três dias do trabalho. Quando ela voltou, estava com o rosto machucado e o olho roxo. As marcas dos ferimentos melhoraram, mas ela ficou traumatizada. Toda vez que sai do trabalho, ela tem medo. Não contente em roubar, aquele assaltante a machucou. Chegamos ao nosso limite — desabafa ela. 

O comandante do 12º BPM garantiu aos funcionárias que a corporação irá ampliar o policiamento nos horários apontados como sendo de maior risco e aos finais de semana e feriados, quando não há movimento na UCS e os funcionários se sentem mais isolados. A direção do Hospital Geral também se comprometeu em tomar atitudes que possam ampliar a segurança no entorno da instituição de saúde.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros