Eventos da Serra tiveram público reduzido pela metade no feriadão - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Efeitos da paralisação04/06/2018 | 13h52Atualizada em 04/06/2018 | 13h52

Eventos da Serra tiveram público reduzido pela metade no feriadão

Prejuízo estimado só na Região das Hortênsias chega a R$ 50 milhões

Eventos da Serra tiveram público reduzido pela metade no feriadão Fábio Carnesella / Divulgação/Divulgação
Uma das programações prejudicadas foi a de Corpus Christi em Flores da Cunha Foto: Fábio Carnesella / Divulgação / Divulgação

Flores da Cunha, um dos principais destinos turísticos da Serra no feriadão de Corpus Christi, recebeu em torno de 18 mil visitantes. A previsão era ultrapassar 30 mil pessoas, mas a paralisação dos caminhoneiros que só encerrou na véspera do evento, fez com que reservas fossem canceladas. 

Leia mais:
Contêiner de lixo e tapetes de serragem são alvo de vandalismo em Flores da Cunha

A 29ª Festimalha de Nova Petrópolis esperava 100 mil visitantes em 27 dias de festa, mas primeiro foi prejudicada pela falta de frio, e a greve dos caminhoneiros potencializou a redução de público. O evento encerrou neste domingo (3) com praticamente a metade do público esperado, cerca de 55 mil visitantes.

O Dia do Vinho, programação que congrega atrações em vários municípios da Serra, teve aproximadamente 15 atrações que sofreram alteração direta por consequência da greve dos caminhoneiros, entre cancelamentos e adiamentos. Algumas foram transferidas para outras datas como o Festival Emoções no Vale, do Spa do Vinho em Bento Gonçalves, que ficou para o feriado de 7 de Setembro. A organização diz que a a expectativa de incremento de 10% na geração de negócios no período não se concretizou neste ano.

O feriado de Corpus Christi costumava ter quase 100% de ocupação hoteleira nas principais cidades turísticas da Serra. O prejuízo estimado para Gramado, segundo o Sindicato dos Restaurantes, Bares e Hotéis da Região das Hortênsias, pode chegar a R$ 50 milhões. O número é baseado em cerca de 15% dos cancelamentos de reservas ou adiamentos. Neste último caso, a situação impacta até mesmo no faturamento de outros feriados, já que hóspedes ocupam vagas que poderiam ser de outros turistas.

Leia também:
Venda de gás deve normalizar somente na sexta-feira em Caxias
Governo Temer recorreu às redes sociais para negar novas paralisações

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros