Policiais que atuaram no caso Naiara serão homenageados - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias do Sul11/05/2018 | 15h44Atualizada em 11/05/2018 | 15h44

Policiais que atuaram no caso Naiara serão homenageados

16 servidores receberão portarias de louvor

Policiais que atuaram no caso Naiara serão homenageados Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Os policiais civis que atuaram na investigação do rapto, estupro e morte da menina Naiara Soares Gomes, de sete anos, serão homenageados. As portarias de louvor serão entregues na segunda-feira, às 14h, na delegacia de Pronto-Atendimento de Caxias. São 16 delegados, inspetores e um escrivão.

Leia mais:
Autor confesso da morte de Naiara terá defensores públicos da Região Metropolitana
Comissão do Senado aprova criação de prêmio em homenagem à menina Naiara, morta em Caxias do Sul

Naiara foi raptada na manhã de 9 de março quando ia a pé sozinha para a escola, na Zona Sul da cidade. O corpo dela só foi encontrado na tarde de 21 de março após Juliano Vieira Pimentel de Souza, 31 anos, confessar o crime. 

Ele indicou aos policiais o local onde havia deixado o corpo. Os servidores chegaram até ele pela investigação de outro estupro, ocorrido no ano passado. No início das investigações, a única pista que a polícia tinha era um carro branco que passou próximo de onde Naiara foi vista pela última vez. O veículo pertencia a Souza.

O Ministério Público o denunciou por estupro de vulnerável, homicídio e ocultação de cadáver. Souza está preso preventivamente.

 Leia também
Concurso público: prefeitura divulga horário e locais das provas em Caxias
Estado não divulga valor que pretende repassar para manter os leitos do HG, em Caxias 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros