Obras no Santa Fé e em Fazenda Souza estão paradas - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Greve dos caminhoneiros 28/05/2018 | 17h16Atualizada em 28/05/2018 | 19h40

Obras no Santa Fé e em Fazenda Souza estão paradas

Falta de combustíveis e materiais em razão da greve dos caminhoneiros teria paralisado os trabalhos desde a semana passada

Obras no Santa Fé e em Fazenda Souza estão paradas Felipe Nyland/Agencia RBS
Obras estão paradas no acesso ao bairro Santa Fé em Caxias do Sul Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A paralisação dos caminhoneiros também estaria impactando no andamento de obras viárias em Caxias do Sul, entre elas a construção da rotatória no acesso ao bairro Santa Fé e a reformulação do trevo de acesso ao distrito de Fazenda Souza, ambos na RSC-453, a Rota do Sol. 

Leia mais:
Rótula da Codeca, em Caxias, enfim, sai do papel
Obras do trevo de acesso a Fazenda Souza, em Caxias, serão retomadas na próxima semana

Na rotatória do Santa Fé, por exemplo, passado pouco mais de um mês da assinatura da ordem de início do serviço —  20 de maio —, os trabalhos, sob a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) estão parados desde o início da semana passada. O problema seria a falta de combustível para abastecer as máquinas. O mesmo ocorre no acesso a Fazenda Souza, conforme o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Por lá, o serviço parou na última segunda-feira em função da falta de material para executar os trabalhos no trecho, já que as cargas com não tem chegado ao destino.

 CAXIAS DO SUL ,RS, BRASIL 23/05/2018Obras da Rota do Sol estão paradas em dois pontos. Obras no trevo de acesso a Fazenda Souza. (Felipe Nyland/Agência RBS)
Obra foi interrompida em função da falta de material para executar os trabalhos no trecho Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Os trechos passam por reformulações para proporcionar mais segurança e fluidez ao tráfego na estrada, em pontos conhecidos por frequentes acidentes e onde inúmeras pessoas perderam a vida. O empreendimento no trevo da Codeca tem custo previsto de R$ 3,3 milhões e será executado com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade Médias Cidades. Já a reformulação em Fazenda Souza custará cerca de R$ 1 milhão e é executada com recursos do Estado. 

Apesar das paralisações, a prefeitura de Caxias do Sul informou nesta segunda-feira que a primeira fase das obras de asfaltamento da Estrada dos Romeiros (Estrada Arziro Galafassi), que liga a ERS-122 ao Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha, está mantida e em andamento. Conforme a prefeitura, o departamento de Construção Civil da Codeca deu início nesta segunda aos serviços de topografia, análise e demarcação do terreno, além da remoção de vegetação. O trabalho deve durar uma semana.

O asfaltamento compreende desde o cruzamento com a 122, no acesso ao Distrito Industrial, até o limite com Farroupilha, numa extensão de 3,8 quilômetros. A obra contará com ciclofaixa e calçada para pedestres e romeiros. A ação faz parte do Programa de Desenvolvimento da Infraestrutura, viabilizada pela Corporação Andina de Fomento (CAF).

Rotatória do Santa Fé

As obras de reformulação no acesso ao bairro Santa Fé seguem o cronograma traçado pela prefeitura de Caxias do Sul. A fase inicial, que compreendeu levantamento topográfico, medição do terreno e estudo do solo, já foi concluída. De acordo com técnicos da Secretária Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, o serviço está na fase de terraplenagem. Executada no sentido Caxias/Litoral, próximo à entrada da Codeca, a obra foi interrompida porque a reserva de óleo diesel da companhia foi direcionada para abastecer os caminhões da coleta do lixo. Os trabalhos deverão ser retomados assim que a oferta de combustível normalizar. 

A intervenção na pista vai do km 141,63, um pouco à frente da alça de acesso à ERS-122, até o km 142,28, quase na passarela para pedestres, nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte. O projeto será executado em três etapas, sendo que cada uma deverá durar em torno de quatro meses. 

Confira o cronograma da obra:

Trevo de Fazenda Souza 

 CAXIAS DO SUL ,RS, BRASIL 23/05/2018Obras da Rota do Sol estão paradas em dois pontos. Obras no trevo de acesso a Fazenda Souza. (Felipe Nyland/Agência RBS)
Daer estava executando a terraplenagem no trevo de acesso ao distrito de Fazenda Souza Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

O trevo de acesso ao distrito de Fazenda Souza, no km 155 da RSC-453, está em obras desde setembro do ano passado. Até a última semana, o Daer estava executando a terraplenagem no trevo. A etapa seguinte compreende a retirada do material rochoso do local. Uma vez removido, será executado o preenchimento da pista com as pedras para a construção do trevo em rótula fechada. Com a paralisação dos caminhoneiros não há combustível para abastecer os caminhões e maquinários. Outro fator que dificulta o prosseguimento da obra é a falta de material para executar os trabalhos. 

O projeto de reformulação prevê a construção de uma rotatória central e canteiros para direcionar os fluxos de trânsito. A faixa da rodovia passará por alargamento e os veículos que trafegam entre Ana Rech e Fazenda Souza não precisarão cruzar os dois sentidos da Rota do Sol de uma só vez, como ocorre atualmente com a chamada rótula aberta. Os motoristas que seguem pela Rota do Sol terão passagem livre e assim o trânsito no local deverá ser mais seguro.

Leia também:
Dono de rede de lojas foi morto com golpes na cabeça em Caxias do Sul
Locatário de casarão incendiado de Caxias lamenta perda de estofaria e desaparecimento de amigo 
Concursos públicos: vagas abertas no Rio Grande do Sul tem salários de até R$ 21 mil

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros