Funcionários de fundação de saúde que atuava em Bento ainda não receberam o salário de abril - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Impasse10/05/2018 | 13h40Atualizada em 10/05/2018 | 13h42

Funcionários de fundação de saúde que atuava em Bento ainda não receberam o salário de abril

Prefeitura afirma que pagamento está condicionado a depósito das rescisões trabalhistas

Funcionários de fundação de saúde que atuava em Bento ainda não receberam o salário de abril Suelen Mapelli /Gaúcha Serra / Agência RBS/Agência RBS
Não é a primeira vez que ocorre atraso nos salários dos funcionários da Fundação Araucária Foto: Suelen Mapelli /Gaúcha Serra / Agência RBS / Agência RBS

Os 263 funcionários da Fundação Araucária, que atuavam como terceirizados da área da saúde em Bento Gonçalves, ainda não receberam o salário referente ao trabalho do mês de abril. Desde o início de maio, a prefeitura não tem mais contratos com a fundação. Por seis anos, a Araucária foi responsável pela contratação de todos os terceirizados da saúde em Bento.

De acordo com o superintendente da fundação, Valdir Gelain, o valor devido pela prefeitura é de R$ 1,44 milhão do mês de abril. Os pagamentos dos outros meses estão em dia. Ele afirma que a prefeitura está condicionando o depósito ao pagamento, por parte da Araucária, do salário de abril. Com relação ao valor das rescisões, a responsabilidade é da fundação, que têm prazo para efetuá-las a partir da semana que vem,  segundo Gelain.

O secretário de Saúde de Bento Gonçalves, Diogo Siqueira, diz que o contrato com a fundação prevê que o repasse pelo serviço só seja feito depois que a Araucária pagar as rescisões aos funcionários. 

— No momento que as garantias dos funcionários forem comprovadas, podemos repassar o valor — afirma o secretário.

Atualmente, o município conta com quatro contratos para terceirizados na área da saúde - cada um com uma empresa diferente. Desde o ano passado, a prefeitura iniciou um processo buscando diminuir a dependência de terceirizados e não ter apenas uma entidade responsável pelos serviços. 

Em anos anteriores, foram registrados outros casos de não pagamento à fundação, mas ligados a questões referentes a repasses estaduais e federais. 

 Leia também:
Morador de rua é esfaqueado em Caxias 
1,1 mil alunos estão sem aula após furto de cabos de energia em Caxias 
Daer pretende cercar Rota do Sol e retirar lombada eletrônica em Itati 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros