Capataz e ex-funcionário são presos suspeitos de matar empresário de Caxias  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Investigação28/05/2018 | 22h20Atualizada em 28/05/2018 | 22h24

Capataz e ex-funcionário são presos suspeitos de matar empresário de Caxias 

A vítima foi morta com golpes na cabeça e não a tiros

Capataz e ex-funcionário são presos suspeitos de matar empresário de Caxias  Leandro Araújo/Divulgação
Rômolo era participante assíduo do projeto Homens na Cozinha (foto) e considerado um representante ativo do comércio caxiense Foto: Leandro Araújo / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira dois suspeitos de assassinar o empresário Rômolo Augusto Oliveira, 66 anos. De acordo com o titular da Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), Adriano Linhares, trata-se de um ex-funcionário do empresário e  do capataz que trabalhava atualmente na propriedade da vítima.  Um dos homens foi detido na manhã desta segunda em Flores da Cunha com a arma do crime, uma barra de ferro, configurando prisão em flagrante. Ele tentava entrar em um táxi para fugir. Confirmou-se também que a vítima foi morta com golpes na cabeça e não a tiros como havia divulgado inicialmente. Os dois funcionários estão presos preventivamente.

Leia mais
Empresário caxiense morto em suposto latrocínio será sepultado na tarde deste domingo
"Foi um homem de muita garra", resume filho de empresário assassinado neste sábado, em Caxias do Sul
Lideranças empresariais lamentam morte de empresário Rômolo Augusto de Oliveira 


— A investigação aponta que é latrocínio, e temos a convicção que tentavam subtrair sim o patrimônio da vítima. Um dos homens abandonou o carro com o corpo da vítima, e o segundo, possivelmente o capataz, foi fazer o resgate daquele sujeito — sustenta Linhares.

Rômolo foi encontrado morto dentro da própria caminhonete na tarde de sábado. O veículo estava parado em uma via que liga a Rota do Sol ao bairro Vinhedos. No carro, a polícia encontrou R$ 15 mil em dinheiro, chave de um veículo BMW, cartões e outros pertences da vítima, o que descartaria a hipótese de assalto. Porém, a polícia acredita que a ação foi frustrada. Rômolo era fundador das lojas RA Homem, Casa & Cia e Magazine Cruzeiro.



 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros