Três pessoas perderam a vida em acidentes na Serra no final de semana - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Trânsito09/04/2018 | 09h06Atualizada em 09/04/2018 | 09h06

Três pessoas perderam a vida em acidentes na Serra no final de semana

Uma das ocorrências, em Vale Real, deixou outras cinco feridos

Três pessoas perderam a vida em acidentes na Serra no final de semana Bombeiros Voluntários de Antônio Prado / Divulgação/Divulgação
Acidente na ERS-122, em Flores da Cunha, no sábado vitimou um homem de 46 anos Foto: Bombeiros Voluntários de Antônio Prado / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

O final de semana foi violento nas rodovias da região. Três pessoas perderam a vida e outras cinco ficaram feridas em acidentes de trânsito na Serra.

O caso mais recente ocorreu na madrugada de domingo. Uma jovem de 20 anos morreu depois que o carro em que ela estava despencou de uma ponte em Vale Real. O acidente aconteceu pouco depois da 0h de domingo. Andressa Kervalt Nunes do Nascimento estava de carona, no banco traseiro de um Golf, com placas de Caxias do Sul, que seguia pela ERS-452. Conforme o Grupo Rodoviário de Bom Princípio, na altura do Km 21, o motorista perdeu o controle do veículo em uma curva, saiu da pista e caiu na lateral da ponte sobre o Arroio do Ouro, a uma altura de cerca de 20 metros.

Além do condutor, havia cinco pessoas no carro. O Grupo Rodoviário não repassou os nomes. Todos foram socorridos a hospitais de Caxias e de Feliz. O resgate foi feito pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Feliz com a ajuda de populares. Andressa chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no Hospital Pompéia, em Caxias, às 2h50min de ontem. A instituição recebeu outros quatro feridos — três homens de 19, 20 e 29 anos e uma jovem de 20. Um deles, recebeu o primeiro atendimento no Hospital Schlatter, de Feliz, mas foi transferido para o Pompéia. Até a tarde de domingo, eles permaneciam internados. A jovem estava em observação do Pronto-Socorro. O rapaz de 19 passava por exames. O de 29 estava na UTI e o de 20 inspirava cuidados. Um quinto ferido, de 30 anos, permanecia internado na UTI do Hospital Virvi Ramos, em estado grave.

Andressa era natural de São Francisco de Paula, mas morava e trabalhava em Caxias do Sul. Ela fazia parte do Piquete de Laçadores Unidos pela Tradição. O velório seria realizado na tarde de domingo no distrito de Tainhas, em São Francisco de Paula. O sepultamento será nesta segunda-feira no Cemitério de Tainhas às 10h.

No sábado, dois acidentes tiraram a vida de outras duas pessoas. Era por volta das 6h, quando Lauri Anderson Muller, 27 anos, dirigia uma motocicleta pela BR-470, em Nova Prata, quando deparou com uma colisão entre dois carros na rodovia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um Gol, com placas de Nova Prata, com três ocupantes, trafegava no sentido Vila Flores-Nova Prata, quando, no Km 162, foi atingido na traseira por uma Parati, também de Nova Prata, com três tripulantes, na localidade de Retiro. Muller parou a moto sobre a pista próximo ao local da colisão. Um caminhão que seguia atrás não conseguiu desviar e acabou acertando o motociclista. Ele morreu na hora. 

Leia mais
Mulher morre após carro despencar de ponte em Vale Real
Motorista morto em acidente em Flores da Cunha será sepultado em Vacaria
Jovem morto em acidente na BR-470, em Nova Prata, é identificado

Segundo a prima da vítima, Dalvaní Gass, o rapaz trabalhava como segurança à noite e retornava do trabalho para casa, quando ocorreu o acidente. Ele era natural de Lagoão, município gaúcho, onde foi velado e sepultado ontem. 

_ Onde ele ia era cercado de amigos. Era uma ótima pessoa, divertido e amigo de todos _ descreveu a prima.

O condutor do Gol não possui habilitação e estava embriagado, segundo apontou o teste do etilômetro (bafômetro) feito pela PRF. Ainda conforme os policiais rodoviários, o condutor da Parati fugiu do local e deve responder por isso. O motorista do caminhão também foi submetido ao teste, e não estava bêbado. Os nomes não foram divulgados pela PRF.

Também no sábado, Clodomiro Gomes Rodrigues, de 46 anos, morreu em um acidente na ERS-122, em Flores da Cunha. Segundo o Grupo Rodoviário de Farroupilha, Rodrigues dirigia uma carreta, com placas de Vacaria, quando, por volta das 7h30min, perdeu o controle do veículo, na altura do Km 112, e bateu em um paredão em uma das curvas da rodovia, no sentido Antônio Prado-Flores da Cunha. Ele morreu no local. Rodrigues foi sepultado na tarde de domingo no Cemitério São Francisco, em Vacaria.

Leia também
Um mês sem Naiara: especialistas analisam impacto social 30 dias após tragédia
Prédios históricos de Caxias do Sul correm o risco de desaparecer
Polícia e bombeiros retomarão, nesta segunda-feira, buscas a desaparecidos em Vacaria

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros