Memória: carro alegórico da Randon na Festa da Uva de 1972 - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias antiga03/04/2018 | 08h35Atualizada em 03/04/2018 | 08h45

Memória: carro alegórico da Randon na Festa da Uva de 1972

Veículo "Exaltação ao Transporte Rodoviário" foi um dos destaques do corso

Memória: carro alegórico da Randon na Festa da Uva de 1972 Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação/acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação
Carro da Randon foi um dos destaques do corso, trazendo figurinos alusivos ao Rio de Janeiro e aos estados onde a empresa mantinha filiais Foto: Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação

Fundada em 1949, a então Mecânica Randon imediatamente se destacou no mercado de implementos rodoviários e reboques. E teve nas edições da Festa Nacional da Uva dos anos 1960, 1970 e 1980 uma vitrine para sua produção, tanto no desfile de carros alegóricos quanto nos estandes dos Pavilhões.

Em 1972, quando o desfile inaugurou as transmissões coloridas pela TV e ganhou o Brasil, a Randon foi um dos destaques entre os 42 veículos que passaram pela Rua Sinimbu. O carro "Exaltação do Transporte Rodoviário" fazia uma referência aos estados onde a empresa mantinha filiais, trazendo as figurantes vestidas com trajes alusivos a cada cidade ou região.

Um ensaio com as soberanas da Festa da Uva de 1965

Na foto acima, em primeiro plano, vê-se a figurante que representava o Rio de Janeiro, com a minissaia reproduzindo a calçada de Copacabana.  O veículo, cuja alegoria eram as curvas de uma estrada e a miniatura de um caminhão, trazia ainda jovens enaltecendo o Rio Grande do Sul, São Paulo, a Bahia e vários outros estados do Nordeste.

A seguir, outros registros daquele desfile, feitos pelo fotógrafo Hildo Boff. Você reconhece alguma das figurantes do carro da Randon? Entre em contato pelo e-mail rodrigolopes33@gmail.com.

Leia mais:
Um carro soberano na Festa da Uva de 1954
Festa da Uva de 1954: lembranças escritas à mão
Para recordar de Darwin Gazzana, o mago dos figurinos
Festa da Uva: os míticos carros alegóricos de Darwin Gazzana
Festa da Uva: a estreia do corso noturno em 1969
Festa da Uva 1965: uma bomba de chimarrão no corso alegórico Festa da Uva: um desfile pela Sinimbu em 1972  
1972: o último ano do pavilhão da Rua Alfredo Chaves
Flores da Cunha: um desfile e dois galos na Festa da Uva de 1972

Figurante exibia a referência ao calçadão de Copacabana na minissaiaFoto: Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação
Jovens trajavam vestidos que faziam referências aos estados onde a Randon mantinha filiaisFoto: Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação
Figurante exibia a referência ao calçadão de Copacabana na minissaiaFoto: Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação

Raul Randon (1929-2018)

Há um mês, Caxias do Sul despedia-se de Raul Anselmo Randon, fundador das Empresas Randon. As missas oficiais de 30º dia de falecimento ocorrem nesta terça (3) na Igreja São Pelegrino, às 17h, e no Pio X, às 18h, e na quarta-feira (4), às 18h30min, na Igreja de Santa Catarina.

 Leia mais:
Morre Raul Randon, fundador das Empresas Randon
Coração frágil e complicações de cirurgia causaram a morte de Raul Randon
Mais de 2 mil pessoas já passaram pelo velório do empresário Raul Randon
Legado Randon é um dos motores da economia
Gratidão, Raul Anselmo Randon!
"Ele foi o marco divisor da nossa cidade", comenta presidente da CIC sobre Raul Randon
"Raul Randon construía homens", lembra Emílio Finger
"Levou o nome de Caxias para o mundo", diz o prefeito Daniel
Guerra Comoção marca a missa de despedida de Raul Randon  

O moderno carro da Madal e seu robô articulado, durante a passagem pelo Largo da Catedral DiocesanaFoto: Hildo Boff / acervo pessoal de Ricardo Boff, divulgação

O robô da Madal

O setor metal-mecânico, que nos anos 1970 viveu um dos seus períodos de maior desenvolvimento graças ao "milagre brasileiro", era representado ainda pelos carros das metalúrgicas Eberle e Gazola, da Marcopolo, da Agrale e da Fras-Le. 

Mas, entre todos, o que mais surpreendeu o público foi o veículo da Madal. Um robô articulado com nove movimentos hidráulicos, fabricado pela própria empresa, trazia em uma das "mãos" um cacho de uva com figurantes supensas e, na outra, uma cuia de chimarrão.

O supra-sumo da modernidade e do avanço tecnológico em 1972.

Leia mais:
Vinho em caixinha: novidade da Festa da Uva de 1972
Festa da Uva: a construção dos Pavilhões em 1975
Pelé visita a Festa da Uva de 1975
Construção da Réplica de Caxias no Pavilhões em 1977
Réplica de Caxias é tema de ensaio fotográfico
Grupo de danças folclóricas do Semtur na Réplica de Caxias em 1986 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros